Barra de boas vindas e data

terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Patinadores Suicidas

Uma  Caroninha Indesejada

Você já ouviu falar em "morcegar" um carro? Pois bem, para quem não sabe, é uma modalidade de carona clandestina, em que um garoto desmiolado se pendura em um caminnhão e vai se segurando até onde der. Apresento agora a vocês uma variação desse tipo de aventura de moleque doido só para fechar o ano com um saborzinho de aventura e paranóia.



Essas duas coisas ignóbeis foram filmadas por mim quando passava pelo bairro de São Braz, no domingo passado. O pior de toda essa marmota é que se um peste desse cai na minha frente, não dá tempo de freiar e ainda vou ter que pagar a conta do hospital do infeliz. Mesmo que ele não se machucasse, faria o possível para ele ir ao hospital, nem que tivesse que descer do carro para isso! Brincadeirinha . . .

Volto em 2010 com novidades que não são novidades!!!

Abraços a todos e Feliz Ano Novo!!!!

domingo, 20 de dezembro de 2009

Justiça Federal manda DNIT indenizar por trauma


Texto enviado pela comlaboradora Marilena Vasconcelos e retirado do site:

em 13/12/09



A Justiça Federal condenou o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) a pagar R$ 35 mil de indenização por danos morais a três pessoas que sofreram abalos psicológicos em função de acidente automobilístico na BR 376. Defeitos de estrutura e conservação precária da rodovia teriam feito o motorista perder o controle do veículo na curva antes da ponte da Represa do Vossoroca, em São José dos Pinhais (PR). Cabe recurso.

A sentença é do juiz Claudio Marcelo Schiessl, da 1ª Vara Federal de Joinville, e foi publicada nesta quarta-feira (9/12). O acidente aconteceu em 14 de julho de 2002, quando as três vítimas, que são da mesma família, se dirigiam ao aeroporto do município paranaense. O condutor do veículo estava acompanhado da mulher e da filha, que iria fazer uma viagem internacional de estudos, adiada depois do acidente. A filha ficou seis dias internada com suspeita de fratura na coluna e desenvolveu transtorno do pânico. Ela deve receber R$ 15 mil, enquanto os pais, R$ 10 mil cada um.

“O laudo pericial é preciso ao afirmar que o comprimento da entrada da curva onde ocorreu o acidente é inferior ao mínimo definido pelo DNIT”, observou Schiessl. Além deficiência geométrica da pista, outros fatores foram a baixa qualidade do asfalto e ocorrência de aquaplanagem. “Outro fato que me convence de que o trecho não é adequado vem da própria prova trazida pelas rés: a grande quantidade de acidentes ocorridos em um mesmo trecho de rodovia, mesmo após o incremento da sinalização no local”, observou o juiz. Com informações da Assessoria de Imprensa da Justiça Federal.
2005.72.01.003002-9


_____________________

Mais uma vitória!!! Assim, aos poucos, vamos conseguir ver esse "poder público" responder por sua responsabilidade em acidentes que a mídia acusa só os motoristas de imprudência e de dirigir bêbado.
Se assim fosse, com a lei de tolerância zero, deveria ter sido banido da face da terra o evento "acidente de trânsito"!!!
Mas não foi.
 Marilena Vasconcelos


sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

Mensagem de esperança

Todos os dias presenciamos um profundo caos nas nossas ruas e avenidas e percebemos o quanto não foi feito para evitar todos esses transtornos. Sabemos também que não podemos culpar tão somente a atual, indigesta e inerte administração, mas também todos aqueles que antecederam a atual (indi)gestão da prefeitura de nossa cidade, aqui chamada amigavelmente de “defeitura”.

Pensando nisto, elaborei algumas sugestões que pela minha pobre lógica leiga, que beneficiariam o tráfego em Belém. Afinal, não quero somente aportar erros, mas também soluções.

Então vamos lá:

1. Fechar o “tatuzão” do entroncamento (vulgarmente conhecido como “buraco do prefeito) e recomeçar tudo, com viadutos e demais benefícios ao bairro. Como era de se esperar e mostrado no post “Nosso Entroncamento de Cada Dia”.
    Motivo: a obra atual é completamente inútil por motivos óbvios.

2. Contratar engenheiros de trânsito inteligentes e realmente capacitados. Nada de gente do Japão ou de qualquer outra cidade ou país.
    Motivo: o pessoal de fora mal consegue resolver os problemas de suas próprias cidades, quanto mais a nossa, que é avacalhada por natureza (humana)!

3. Duplicar a Rodovia Artur Bernardes. Urgente!
    Motivo: com a duplicação, iluminação e pavimentação honesta, quem mora em Icoaracy e arredores deixaria de usar a sempre congestionada Augusto Montenegro (aqui no blog carinhosamente chamada de Mortenegra), aliviando consideravelmente o volume do trânsito. Sei que estão dando uma “guaribada” “Velha Berna”, mas só beneficiará as empresas que ficam ao longo da rodovia e, por um breve período (o tempo que durar o asfalto de baixa qualidade), os moradores da Pratinha, que já têm vários outros problemas para conviver. Precisamos de soluções definitivas e imediatas.

4. Concluir a Avenida Perimetral, onde só fizeram a “capa” para o Fórum Social e ficou por isso mesmo.
    Motivo: Contribuir para melhorar o tráfego na Avenida Almirante Barroso, pois para quem mora nos bairros do Guamá, Cremação e Jurunas, tornar-se-ia a primeira opção para sair e evitar centros de aglomerações veiculares como São Braz e toda a Almirante Barroso. Ajudar a resgatar a credibilidade política (embora particularmente não creia nisso) na conclusão de uma obra importante.

5. Tornar a Avenida Fernando Guilhon (antiga Conceição) mão única no sentido Centro - São Braz, asfaltando, fechando e urbanizando os canais transversais, tudo isso um asfalto e rede de drenagem pluvial decentes.
    Motivo: mais uma opção para sair do Centro, ajudando a desanuviar as avenidas Magalhães Barata, Mundurucus e Gentil Bittencourt.

6. Construir a parte da Rua dos Caripunas entre a Travessa 14 de Março e a Rua Severdelo Correa, pois nesse trecho é simplesmente intrafegável.
    Motivo: mais uma opção para fugir do caos.

Bem sabemos que temos um universo de problemas que faltaria espaço para tratarmos aqui, mas os apontados aqui são considerados por mim benefícios que deveriam ter sido executados há décadas. Se ao menos os últimos seis prefeitos que passaram por aqui tivessem executado apenas uma obra dessas apontadas por mim, hoje viveríamos em uma Belém com o trânsito muito mais tranqüilo e com menos estresse.

Entendo que também é preciso muito dinheiro para resolver problemas de décadas de prefeituras incompetentes e sem visão de futuro, mas precisamos começar. O projeto Ação Metrópole do atual Governo do Estado nos dá uma centelha no fim do túnel e, como é época de Natal e em 2010 tem eleições, reacende as esperanças em nossos corações.

Feliz Natal a todos. A todos mesmo!
E que tomemos vergonha na cara e coloquemos polícos dignos dos cargos que ocupam.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Engavetamento em massa

Um engavetamento de mais de 50 carros ocorreu no dia 13 de dezembro, no estado norte-americano de Connecticut, causado pela camada de neve que se formou sobre a pista.
Se nos Estados Unidos, onde as pistas são de melhores qualidades e o povo tem uma boa educação, ainda assim acontece esse tipo de acidente, eu não quero nem estar em Belém no dia que resolver cair uma pequena quantidade de neve por aqui.
Bem que temos uma pequena noção quando cai uma chuvinha...



________________
Local do "strike": Cidade de Shelton, Estados Unidos


Foto: AP

domingo, 13 de dezembro de 2009

Pateta no trânsito

É indiscutível que Walt Disney foi um gênio. Além de criar a técnica de animação quadro-a-quadro usual até hoje em dia, foi também roteirista de vários desenhos animados (cartoons) clássicos, como o que você poderá ver logo abaixo. O que isso tudo tem a ver com nosso Trânsito Caótico de Belém? Veja o desenho e perceba a genialidade de Disney mostrando o que acontece com a maioria das pessoas quando estão atrás de um volante, com muito humor e ironia.
Quem foi que disse que desenhos animados são só para crianças?

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Nosso Entroncamento de cada dia

Indicado pelo nosso novo parceiro Outra Belém, tomei a liberdade de postar o conteúdo de uma matéria de um blog que encontra-se aparentemente abandonado, o Coisas Estranhas de Belém, onde mostra que o atual Entroncamento foi realmente projetado por um grupo de engenheiros autistas. É Belém dando oportunidades a todos.

Não, acho que estou ofendendo os autistas de Belém... eles não merecem isso e nem são idiotas!

Este post foi publicado em 08 de agosto de 2008. Clique aqui ver no blog original.

Entroncamento Idiota





 Quem tem o desprazer de passar pelo complexo Complexo do Entroncamento sabe que grande serviço mal feito foi feito ali. Nas fotos os “X” em vermelho mostram onde os fluxos se cruzam causando caos, lentidão e atestado de burrice de engenharia.







A maquete é como o complexo deveria ser, eu acredito.

Gilson




Essa última foto é nossa atual utopia belemense...

Volta Gilson!!

E acredito que se tivessem feito desta forma teriam gasto menos que esse buraco de tatu inútil. Me corrijam se estiver errado.

Abraços.

Cid Pacheco

terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Retratos de uma cidade suja e de gente mal-educada

Gente, abaixo segue um email de uma amiga que mora na General Gurjão e está furiosa com a sujeira que tem que conviver todos os dias por onde passa.


 Veja o email dela e as fotos:



Pacheco, este lixo já está na rua onde moro a mais de dois meses. Para passarmos por lá, temos que passar pelo meio da rua. O que mais me deixa irritada é que este lixo não é dos moradores da General Gurjão. Lixo é de uma construção na Riachuelo com a Padre Prudêncio, e os outros são de moradores da Padre Prudêncio. Uma vez falei e quase peguei porrada de um cara grosso e estúpido. Antes o caminhão de lixo passava e tirava todo o lixo, mas logo no dia seguinte os porcos da rua jogavam lixo. Agora o caminhão não passa mais e já está quase ocupando o quarteirão inteiro da General Gurjão com a Padre Prudêncio. Uma vez vi o varredor de rua jogar o lixo do carrinho dele lá nessa esquina. Fiquei indignada e falei, mas so levei pela cara palavrões e insultos. O que podemos fazer para melhorar isso? Denunciar? Onde? Publicar? Onde?



Um abraço

Regina


Cara Regina, nosso problema, a cada dia que passa, me convenço que, além da ineficiência política, esta é uma questão cultural de nosso povo. Sábado fui ao Grêmio Literário e Recreativo Português ver a Vila Encantada e me safei 6 vezes (do Entroncamento ao Grêmio) de ser acertado por latinhas de cerveja vazias que iam sendo arremessadas de dentro de uma van. Não adianta reclamar. Eles são assim. Se fosse falar, o cara ia me xingar e íamos para o braço certamente. Um dia vão encontrar um mais doido que eles, e vai dar no Diário, sessão Polícia.

Resumindo: A prefeitura é inútil e só resolve de imediato os problemas que tem melhores condições financeiras (leia-se Doca, como exemplo. Somente lá vemos lixeiras seletivas) e o povo por sua vez não tem educação suficiente para entender que não deve sujar as ruas, pois a prefeitura não vai limpar, mas não livra a cara de ninguém com o IPTU. Dulcionar e Priante que o diga. Veja que há sempre um loop na história.
A solução está chegando em 2010. Vamos pensar bem em quem votar.

De repente a gente acerta dessa vez...

Abraços e obrigado pela participação.

Cid Pacheco

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Comic Con - Belém


Esta é uma breve história em quadrinhos que acontece diariamente em nossa avacalhada cidade, com prefeito cassado ou não...

Antes que digam, namorando eles não estão, pois não estão olhos-nos-olhos...

Clique na imagem para ler a HQ.

Causa perdida


Perco o leitor, mas não perco o clichê! Novamente:
Faço o que digo!
Não faça o que faço!

Era o que faltava! O lindão anda com uma placa: Faixas 3 e 4: exclusivo para ônibus! Mas eles não se importam em trafegar nas faixas 1 e 2! Eu disse que isso não ia dar certo. Primeiro porque os próprios ônibus vão se encarregar de destruir as "tartaruguinhas" que a lenta CTBel colocou para não haver a passagem um pista para outra. Segundo, porque ninguém liga para as tartaruguinhas. Isso nunca deu certo e não é agora que dará.

_________
Local da inutilidade: Av. Almirante Barroso (ela toda).

NÃO siga estes "exemplos"!




Faça o que digo!
Não faça o que faço!

Estas fotos cabem perfeitamente no post: Eu ADORO uma calçada!!! do mês passado.

Esta é a calçada cidadã do povo de Belém. Se nem a polícia respeita, imagina o resto...

Um perguntinha óbvia: e o pedestre, como é que fica?
_________________________
Local do estacionamento oficial:
Av. Magalhães Barata, e frente da delegacia de São Braz.

sábado, 21 de novembro de 2009

Nova modalidade de Boliche

Micro-Ônibus faz Strike na Arterial 18.

Essa peguei do Diário do Pará On Line. Seria hilário se não fosse tão sério. Esses motoristas de vans acéfalos sempre aprontando. Quando é que as autoridades vão tomar providências sérias contra essa invasão das nossas ruas. Vejam que tem carros de todo o Brasil. Parece que fizeram um feirão em outro estado e venderam as sucatas todas para cá. Onde tem oportunidades para atuar. Onde nunca teve um sistema de transporte urbano decente. Onde nunce houve respeito com o cidadão de bem. Onde nunca as autoridades locais iriam se mexer para acabar com essa farra.


Voltando à nossa metáfora do micro-ônibus, veja o strike que ele fez no Celtinha na Arterial 18 da Cidade Nova. Lá existe uma outra espécie de fauna de guardolinhas. Eu diria farejadores.


Clique na imagem para ampliá-la ou clique aqui para ir ao site do Diário On Line.

_____________________________
Reportagem do Jornal Diário do Pará.

sexta-feira, 20 de novembro de 2009

Multa de trânsito pode perder valor

Decisão do STJ sobre empresa mista de trânsito em Minas abre jurisprudência para cancelar infrações em Ribeirão

Por Adriana Matiuzo

Foto:F.L. Piton - 07.mai.2009/ A Cidade

RESPONSABILIDADE Marronzinho instala radar móvel na avenida Maurílio Biagi: trabalho pode ser em vão


Uma decisão do STJ (Superior Tribunal de Justiça) com relação à BHTrans, a empresa de trânsito de Belo Horizonte (MG), trouxe jurisprudência para que qualquer cidadão comum possa questionar na Justiça a validade das multas aplicadas pela Transerp (Empresa de Trânsito e Transporte Urbano) em Ribeirão Preto. A decisão, divulgada no site do tribunal na semana passada, considera "temerário" deixar o gerenciamento do trânsito sob responsabilidade de uma sociedade de economia mista, caso da BHTrans e da Transerp.

A decisão deve acelerar a discussão sobre a mudança de status da empresa ribeirão-pretana para Secretaria de Trânsito, que está em análise na prefeitura.
O STJ atendeu a um recurso do Ministério Público de Minas Gerais. A decisão revogou um acórdão do Tribunal de Justiça mineiro, que considerava válidas as multas. Segundo o site do STJ, o ministro Herman Benjamin disse que as sociedades de economia mistra têm fins empresariais e servem para desempenhar atividade econômica ou de empreendimento.

Leia a reportagem completa na edição impressa do A Cidade.
______________________________
Matéria enviada por email pela nossa colaboradora Marilena Vasconcelos retirada do Jornal A Cidade (de Ribeição Preto/SP), onde ela brada: Vitória!!!Agora é ampliar os efeitos dessa decisão no STJ.

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Adulto Esperança

Gente, um leitor do nosso blog me mandou um email interessante comentando alguns argumentos meus sobre a Ação Metrópole, que, a partir de hoje, vou chamar de Adulto Esperança.
Achei que deveria compartilhar com vocês o email e minha resposta.
Fiquem à vontade para debater o assunto pelo comentário do blog.
_______________________________________
Você pergunta no seu blog se alguém acredita na realização do projeto Ação Metrópole. A minha opinião é que nós, sendo ou não eleitor na governadora, temos que dar um crédito de confiança, porque só assim as coisa saem do papel.
Não sou eleitor do PT, aliás não gosto do PT e muitas coisas mais. Mas espero que esse projeto se realize, porque a nossa cidade está muito aquém das outras cidades do Brasil, inclusive da região norte.
 
Não acreditando, mas querendo ver concluído esse projeto, pelo menos em parte.
 
sd
 
Fulano de Tal
(nome fictício, percebeu?)

________________
Então respondi:
________________
 
Caro Fulano de Tal, obrigado pelo contato.

Respeito seu opinião, mas olhe à nossa volta: estamos repletos de obras pela metade. Posso citar alguns casos para refrescar a cuca: Viaduto Mariguela DEVERIA ter um túnel por baixo da Alm. Barroso. O entroncamento DEVERIA ter uns dois elevados para acabar com o inferno que está. A 1º de Dezembro DEVERIA ir até Marituba. A av. Perimetral DEVERIA ser duplicada até a Alm. Barroso... e por vai. É por isso que digo no blog que só acredito vendo, porque de promessa estou cansado! E discordo de você (tenho direito, certo?) que quando diz "porque só assim as coisas saem do papel". Pelo contrário: é assim mesmo, acreditando neles,  é que as coisas não saem do papel. É isso que eles querem. Nada mais. Olha, Toninho, o estado está quebrado. A desGovernadora está pedindo dinheiro para todo lado, pois é péssima administradora. Você sabe que ela quer vender o Banpará para o Banco do Brasil, mesmo depois de ter se tornado um banco forte? Pois é. Ela é funcionária do BB. Minha esposa é funcionária concursada da SEDUC e sofremos por isso. Não sei se tem idéia disso. Os salários do policiais civis e militares estão lá embaixo e, consequentemente, vemos todos os dias nos jornais notícias que a violência está aumentando. Todos os dias.
Portanto, meu caro amigo, não quero que pense que estou contra essas obras, realmente grandiosas e necessárias para nossa combalida cidade. Muito pelo contrário. Torço junto com você para que se concretizem, mas, sinceramente, isso tudo PARA MIM é puro marketing eleitoreiro, pois ano que vem (falta menos de dois meses para 2009 acabar) tem eleição pesada (presidente e Cia). E como já disse, esse filme eu já vi. Ela definitivamente não tem dinheiro para concluir TODA a obra do Projeto Metrópole. E quando digo todo, não me refiro somente ao elevado da Júlio César, porque sei que ao menos isso ela terminará. Me refiro a todo o projeto, que engloba o prolongamento da av. Independência, a posta do meio da BR-316 para somente ônibus. Augusto Montengro, enfim, veja o projeto todo neste link: http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=739040

Em referência a seu último comentário: "Não acreditando, mais querendo ver concluido esse projeto, pelo em parte." Pode ter certeza que pelo em parte nós já estamos vendo.

Um grande abraço.
 
Cid Pacheco
cid.pacheco@gmail.com
___________________________________
 
Por favor, se alguém tiver algum comentário sobre isso tudo, favor usar o cometário do blog para poder publicar mais rápido, e tornar essa uma discussão saudável e pública.

domingo, 15 de novembro de 2009

Alma lavada

Fui a uma loja hoje de manhã e estive lá por uns 5 minutos.
 
Quando eu saí,  vi um guardinha da CTBel (cada estado tem o nome dos guardas que merecem), com sua motocicleta, todo prepotente (eles se sentem 'autoridade') preenchendo uma multa.
 
Corri até ele e soltei o famoso:
 - Peraí, amigão, não faz isso não, dá uma chance! 
Ele me ignorou e continuou escrevendo a multa. Então eu o chamei de babaca metido a polícia!
Ele me olhou e, sem dizer nada, deu uma olhada em um dos pneus do carro e começou a fazer outra multa. 
Então eu falei:   - Que merdinha de profissão a sua, hein? Ele começou a escrever uma terceira multa!

Foram mais uns 5 minutos ali fora, discutindo ou tentando discutir.

E quanto mais eu xingava, mais  multas ele preenchia.
Depois que eu vi que aquilo não iria resolver, saí dali e fui pegar o meu carro no estacionamento, na outra quadra.
 
O importante mesmo é ter tentado ajudar!
Faça isso sempre que possível! 
Você sentirá a alma lavada!


Assinado: O VERDADEIRO F.D.P.
 
------------------------------------------------------
 
Rapaz, juro que quando comecei a ler, fiquei imaginando a Braz de Aguiar e aquela arapuca armada para arrancar dinheiro dos motoristas que precisam estacionar na área.
______________________________________
Este foi um email envido pelo meu tio Raimundo Cid.
Obrigado, sargento!

quinta-feira, 12 de novembro de 2009

Eu ADORO uma calçada!!!


Depois de algumas postagens preguiçosas, mas importantes de serem divulgadas, retorno com  algumas fotos de fragrantes do cotidiano de nosso mal-educado e estressante trânsito. Como já havia dito anteriormente, aí vão seis cliques de ótimos exemplos da grosseria de nossos sedados motoristas. Vamos dar uma trégua aos Guardolinhas e mirar nos Flanelinhas.

A foto 01 foi tirada na rua Ferreira Cantão, ao lado da igreja da Trindade. Pude economizar na memória do celular, porque só nessa foto tem CINCO carros estacionados no mesmo lado da calçada. Claro, com a ajuda do nosso amigo de sempre: O Flanelinha Onipresente! Chegou, tá do lado!!! Com seu irritante "pódi dexá pratão!".





A foto 02 mostra o Fiat Strada "à la vonté" na Rua Dr. Moraes, em frente à Oi (antiga Telepará - é, eu sou desse tempo!). O "motora" de bons modos da foto não encontrou outra solução e colocou do jeito que deu. Mas alguém pode dizer: ele não está saindo de uma garagem? Eu também fiquei na dúvida quando tirei a foto e fui conferir de perto: não havia ninguém ao volante. Estava estacionado mesmo. Para piorar, trancando uma garagem.

 
 
 
Com a foto 03 não tive trabalho: só fiz me virar para trás e "click".
No meu leigo ponto de vista esse estacionamento está irregular. Veja que o Ford Focus está uns 75% na calçadam atrapalhando os transeuntes. O veículo deveria estar mais de 50% para dentro do terreno. Cara de pau do dono do estabelecimento. Note também vários carros fechando o pseudo-estacionamento.

 
Foto 04: a rua Ferreira Cantão é terreno fértil para a imaginação do prestativos flanelinhas, "forçando" os educados motoristas a estacionar irregularmente. Se você passar por lá agora, certamente vai ver uma cena dessas. Hã, é meia-noite? Passa por lá...

O Fiat Siena da foto 05 foi flagrado na calçada da Av. Magalhães Barata, já em São Braz, ao lado daquela concessionária da Yamaha. Perceba que ele não é dos Bombeiros, embora o carro seja vermelho-cor-da-paixão! Acho que motorista ia entrar naquele portão e errou o caminho por ser estrábico divergente.
 
De novo a Ferreira Cantão na foto 06. Aquele 
Ford EcoSport estava fresquinho no lugar. O cocheiro não havia nem descido dele ainda. 

Depois de tanto fotografar rodas em cima de calçadas na Ferreira Cantão, fiquei curioso e fui investigar se em outras ruas nas proximidades acontecia isso e vi que é somente lá mesmo. As demais ruas ao redor das duas praças ficam socadas de carros, mas nenhum em calçada.

Conclusão: Flanelinha que é flanelinha faz o besta do motorista estacionar em qualquer lugar para pegar multa da CTBel. O que importa é receba seu troco
 



segunda-feira, 9 de novembro de 2009

A Ação Metrópole

Você já deve ter ouvido falar e muito da Ação Metrópole. Pois é. Se for feito ao menos 50% dessa ladaínha toda, dou-me por satisfeito 50% com os votos que a maioria deu (menos eu) na atual governadora.


Agora clique aqui e veja você mesmo o projeto no próprio site do Governo do Pará. Depois me diga se acredita ou não.
Eu só vou acreditar quando vir tudo com os próprios olhos. É muita coisa para pouco tempo. Particularmente creio que seja jogada do PT de olho na candidatura da Dilma Rousseff em 2010. Faz-se um pouco para mostrar trabalho e depois da eleição ganha, pára-se tudo. Esse filme eu já vi várias vezes. O pior é que o povo sempre esquece do roteiro e dos atores, todos premiados com o Oscar político: dinheiro, muito dinheiro público.

Tire suas próprias conclusões...

domingo, 8 de novembro de 2009

A Máfia do Guincho - CTBel Nega

CTBel nega máfia e vai apurar imagens de vídeo

Diante da denúncia publicada pelo DIÁRIO na edição de ontem, com imagens que mostrariam uma suposta negociação de propina para liberação de um veículo guinchado, envolvendo funcionários da empresa de guincho e agentes da Companhia de Transportes de Belém (CTBel), a CTBel negou que houvesse máfia nas ações do órgão e que pretende apurar se as imagens realmente mostrariam irregularidades, para poder tomar medidas administrativas.

A informação foi repassada pelo coronel Joaquim Souza, diretor de trânsito da Companhia de Transportes de Belém (CTBel) à reportagem do jornal, na manhã de ontem, durante a ação para a mudança de trânsito na avenida Doca de Souza Franco.

Joaquim disse que os funcionários das empresas contratadas para fazer o serviço de guincho não têm autonomia para reter veículos. “Todo guinchamento tem que passar por procedimentos feitos pelos agentes da CTBel. Essa companhia que é responsável por verificar as irregularidas no estacionamento dos veículos e acionar o guincho, quando a irregularidade acontece”, explicou. “A empresa apenas realiza o trabalho de guinchamento dos veículos”.

MÁFIA
O diretor também negou a existência de uma possível máfia atuando nas ruas. “Não existe máfia, máfia é organização criminosa e isso não existe na CTBel. E não dá para afirmar que houve irregularidade e nem a participação do agente nisso”, declarou. De qualquer forma, ele garantiu que tudo será apurado. “Vamos verificar a placa do veículo com os carros que foram guinchados no dia. Foram quatro veículos recolhidos naquele horário. E vamos apurar a questão e tomar as medidas que forem necessárias”, garantiu.

O DIÁRIO mostrou imagens feitas por um cinegrafista amador usando uma câmera de celular que levantam suspeitas de que homens de uma empresa que presta serviço para a Companhia de Transportes de Belém (CTBel) estariam recebendo propina para liberar automóveis sujeitos a guincho.O fato aconteceu por volta das 15h, na travessa Barão do Triunfo, entre Almirante Barroso e 25 de Setembro, no bairro do Marco, e foi registrado pelas câmeras de segurança de um outro prédio. (Diário do Pará)
--------------------------------------
ESSA FOI ESCOLHIDA A PIADA DO MÊS.
Tudo bem que nossa cansada Constituição dá o direito de reposta a qualquer bandido ou cidadão de bem, mas depois de tudo filmado e confirmado a CTBel ainda nega o óbvio! Eles devem achar o povo é um monte de banana. Aliás, a cidade toda é uma bananada...


Leia o post abaixo para saber mais sobre o que está rolando.
----------------------------------------------------------------------------------------------------------

A Máfia do Guincho

Seria triste se não fosse cômico. Divirta-se!!!

Vídeo flagra máfia do guincho da CTBel em ação




Imagens feitas por um cinegrafista amador usando uma câmera de celular levantam suspeitas de que homens de uma empresa prestadora de serviços para a Companhia de Transportes de Belém (CTBel) estariam recebendo propina para liberar automóveis sujeitos a guincho.
As imagens, feitas da janela de um edifício na tarde da última quinta-feira (5), revelam com nitidez o momento em que um funcionário da empresa Guincar recebe dinheiro para liberar um carro que seria guinchado. O fato aconteceu por volta das 15h, na travessa Barão do Triunfo, entre Almirante Barroso e 25 de Setembro, no bairro do Marco, e também foi registrado pelas câmeras de segurança de um outro prédio.
O vídeo mostra em nove minutos o momento em que o dono de um carro que seria guinchados em função de estacionamento irregular conta um maço de notas de R$ 50,00 e entrega ao funcionário para liberar um Honda Civic preto, que já estava sobre o caminhão de guincho.
Nos primeiros minutos da gravação, é possível visualizar o motorista conversando com um homem de camisa azul-claro, portando um bloco de anotações. Ele está com uma roupa semelhante a de um guarda de trânsito.
Em seguida, o funcionário da empresa de auto-socorro (de uniforme azul-marinho) se aproxima dos dois e caminha em direção ao caminhão de guincho. Logo, observamos o motorista entregar as chaves do carro para o funcionário da empresa, escondendo atrás das costas um maço de dinheiro, que entrega nas mãos do funcionário após fazer a contagem das cédulas. O carro é liberado logo em seguida.

CTBEL
De acordo com informações do diretor de transporte da CTBel, coronel Joaquim Souza, o guincho é um serviço terceirizado feito por empresas prestadoras de serviço. Ele informou que a Companhia de Transportes dispõe de quatro empresas que desempenham essa função, escolhidas por meio de licitação. Todas atuam na Região Metropolitana de Belém.
À reportagem do DIÁRIO, o diretor de transportes explicou, por telefone, todo o procedimento realizado em caso de “guinchamento” de veículos. Após o recolhimento do carro, o motorista deve comparecer à CTBel portando os documentos do veículo, para comprovar a propriedade do mesmo. Lá, são verificadas as condições do carro – se há multas pendentes ou licenciamento atrasado – e em seguida é fornecido um boleto, com uma taxa que deve ser paga em casas lotéricas ou agências bancárias.
Feito isso, o “motorista infrator” retorna à Companhia com o comprovante de pagamento e o carro é imediatamente liberado. Segundo Joaquim, a taxa de guincho equivale a R$102,00 e este valor pode aumentar de acordo com o tamanho do veículo.
“A CTBel está realizando há três meses uma operação para eliminar os transtornos originados pelos estacionamentos irregulares e melhorar o nível de mobilidade de pessoas e veículos em vias públicas. Além das notificações, os carros estão sujeitos às medidas administrativas, que incluem a remoção por meio de guincho”, conta o diretor.
Segundo o coronel Joaquim, todo o procedimento deve ser acompanhado por um agente de trânsito da CTBel, já que a única responsabilidade da empresa terceirizada “é a de executar a remoção do veículo, enquanto que cabe ao agente de trânsito autuar o motorista e autorizar o guinchamento”. Ainda segundo o diretor, entre 20 e 25 carros são guinchados por dia, na Grande Belém. Na área onde o vídeo foi gravado não há placas de ‘Proibido Estacionar’.




TESTEMUNHAS
O empresário André Mendonça, 46, que fez as gravações com um telefone celular, demonstrou-se bastante indignado com a situação dos supostos agentes da CTBel. Em entrevista ao DIÁRIO, ele disse que o caso virou rotina desde setembro, naquele trecho. “Eles vêm pela parte da manhã e da tarde. Eu presenciei quando um agente da CTBel cobrou de uma motorista o valor de R$ 100,00 para que o carro dela fosse liberado”, declarou o empresário. Já na última quinta-feira ele resolveu registrar o crime com o celular.
Outra testemunha, Dorival Junior, também falou sobre essa situação. Ele diz que os agentes estão lucrando diariamente com os subornos que fazem aos motoristas que deixam os veículos próximos ao meio-fio. Já a moradora de um edifício, Bernadete Santos, disse que tem uma sobrinha que teve o carro rebocado pelos agentes. “Ela estacionou o carro e subiu rapidamente para falar comigo e quando voltou o carro dela já não estava no local”.

Terceirizada confirma que guinchadores trabalham com agentes da CTBel
O DIÁRIO entrou em contato com a administração da Guincar, alegando vínculo com o motorista infrator e, sem se identificar, foi informado de que “os operadores da empresa fazem o recolhimento do carro mediante acompanhamento de um agente da CTBel, sem que haja contato do funcionário da Guincar com o proprietário do veículo guinchado. Não existe emissão de nota para o motorista, ela é entregue diretamente à CTBel”.
Um funcionário informou que a empresa presta serviços para a Companhia de Transportes, atuando em toda a cidade, e atende também empresas particulares. Foi confirmado que os veículos de guincho que aparecem no vídeo, de placas NSG-0407 E NSG-0567, são de propriedade da referida empresa. Também foi confirmado que o uniforme usado pelos funcionários da Guincar é de cor azul-marinho, como aparece nas gravações.
________________________________
Clique aqui e veja a reportagem diretamente no site do Diário do Pará. Não se assuste se não acessar de primeira. O site deve ser ainda beta do beta e sai do ar de vez em quando, por isso que disponibilizei todo o conteúdo diretamente aqui no blog.

O melhor de tudo é que está na seção Polícia do site do Diário do Pará!

Ah, como eu adoro esses furos!!!!

Aplicação de multa de trânsito por empresa privada volta a ser discutida no STJ

Informe STJ

Está prevista para o dia 10 a retomada do julgamento na Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) se a Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BHTrans) tem poder de multar os infratores do trânsito da capital mineira. O ministro Herman Benjamin, cujo pedido de vista interrompeu a discussão, marcou para essa data a continuação do julgamento do recurso especial apresentado pelo Ministério Público de Minas Gerais.

O pedido de vista ocorreu em seguida ao relator, ministro Mauro Campbell Marques, julgar pela incompetência da empresa aplicar multa, dando provimento ao recurso especial do MP contra conclusão da Justiça mineira no sentido de que a BHTrans pode aplicar multas aos infratores de trânsito. O MP acredita que a decisão viola o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

O ministro Mauro Campbell Marques dá razão ao MP. Para o relator, o poder de polícia é o dever estatal de limitar o exercício da propriedade e da liberdade em favor do interesse público, conceitua. E suas atividades se dividem em quatro grupos: legislação, consentimento, fiscalização e sanção. “No que tange aos atos de sanção, o bom desenvolvimento por particulares estaria comprometido pela busca do lucro – aplicação de multas para aumentar a arrecadação”, finaliza.

Após o voto do ministro Herman Benjamin, votam ainda a ministra Eliana Calmon e os ministros Castro Meira e Humberto Martins.

-----------------------------------------------------------
Informe enviado pela nossa colaboradora Marilena Vasconcelos, retirado do site Direito & Justiça - O Estado do Paraná.

sábado, 31 de outubro de 2009

Pinto Expresso - ui, mano!


Desculpem por ter que me desviar um pouco do foco do blog, mas, vocês sabem, sou adepto da frase: "perco o amigo, mas não perco a piada!".

Não me contive e tive que tirar essa foto do motoboy do "amor".

O mais engraçado foi que, quando me aproximei para tirar a foto, quase para clicar, ele se virou e olhou para mim. Tive que "tirar a bronca" e olhar o outro lado, fazendo que estava ligando. Sorte que o celular dele tocou, atendeu e enfiou dentro do capacete para falar. Aí fui pra galera...

Marketing (pessoal?) mais direto que isso, impossível.
______________________________________________________________
Está vindo a séria série: Adoro uma Calçada.  Estou coletando várias fotos de mal-educados fazendo tolices nas calçadas (não cocô, cocô não. Conceitualmente é. Mas quiz dizer estacionando mal).
Mande fotos para cid.pacheco@gmail.com de qualquer veículo motorizado estacionado a la vonté pelas nossas pobres calçadas que "nóis pubríca"!!!.
Já é difícil andar por elas sem obstáculos, imagine com carros atravessados nelas...

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Acidente na Augusto Montenegro deixa vítima fatal


Por nosso enviado especial e reporter instantâneo na Rod. Augusto Mortenegra: Lawrence Paiva.
--------------------------------------------------
Um absurdo de uma van clandestina

Foto tirada no dia, 27 de outubro de 2009. Um acidente que envolveu um microônibus (com código BP 88102, no meio da foto), um ônibus (a frente do micro), e uma van clandestina (atravessada um pouco acima do Civic prata, ao lado direito da imagem) nesta manhã, por volta das 7:25h (preste atenção como ficou as duas mãos da rodovia), acabou deixando mais de vinte feridos, sendo três vítimas graves, na Rodovia Augusto Montenegro, em frente ao residencial José Homobomo. Um homem faleceu no local, uma mulher chegou a ser levada ao hospital, mas não resistiu e uma criança (a qual não fiquei sabendo de seu quadro clínico até o momento). Segundo comentários dos curiosos, após a colisão dos veículos, o microônibus perdeu o controle e atingiu as pessoas que estavam na parada de ônibus, indo ao trabalho. Outros passageiros dos veículos sofreram ferimentos leves. O trânsito ainda chegou a ficar lento por pelo menos uma hora, mas depois foi normalizado.
------------------------------------------

Segue matéria complementar publicada no Diário do Pará On Line de hoje.



Acidente na Augusto Montenegro deixa vítima fatal




Um acidente grave aconteceu no início da manhã de hoje (27), na avenida Augusto Montenegro, envolvendo um ônibus de linha e um micro-ônibus do transporte alternativo, no sentindo Icoaraci – Belém, deixando uma vítima fatal e cinco feridos.



Acidente deixou uma pessoa morta e cinco feridos (foto: Keilon Feio)


Segundo testemunhas, o ônibus bateu na traseira no micro, que perdeu o controle e acertou as pessoas que estavam na parada de ônibus em frente ao conjunto José Homobono, próximo à entrada do bairro Satélite.


A vítima fatal foi um homem que fez sinal para o micro-ônibus. Segundo testemunhas, o veículo estava na via expressa e fez um curva fechada para entrar no ponto. O ônibus que estava atrás não conseguiu desviar completamente devido a velocidade da manobra e acertou uma parte da traseira do micro, que subiu a calçada e virou em cima de um homem e uma mulher. Ela estava com um bebê no colo, mas no último momento jogou a criança na grama para evitar o pior.


A criança sofreu ferimentos leves e a mulher está internada em estado grave.


O trânsito no local está completamente engarrafado desde o Conjunto Maguari até o Entroncamento. A CTBEL está no local para tentar controlar a situação, já que os carros estão sendo desviados para a segunda pista, onde o movimento é menor.


(Diego Andrade, Diário Online)

domingo, 25 de outubro de 2009

Ajuste seu retovisor - Bom Dia Brasil

A educação é a base para um desenvolvimento sustentável para qualquer sociedade, em qualquer época. Podemos ver que as nações mais desenvolvidas do mundo tiveram-na como base principal. É uma pena que em nosso país seja dada tão pouca importância a ela, sendo que os resultados são vistos em praticamente todas as esferas da sociadade brasileira, principalmente no trânsito de nossas cidades. As pessoas não têm uma base sólida sócio-educacional, onde aprendemos que nossa liberdade termina aonde começa a do outro. Então vemos atropelamentos, tiros, semáforos vermelhos sendo estuprados a qualquer hora, envolvendo pessoas que não tem nada a ver com a pressa de outrem, enfim acidentes e incidentes que muitas vezes acabam ceifando vidas de inocentes.
Pensando nisso, posto aqui uma reportagem exibida no programa Bom Dia Brasil da rede Globo, enviada pelo nosso amigo Juracy Neto, onde trata das causas e conseqüências da má-utilização desse importante item do automóvel, e como ajustá-lo corretamente.




Dei um tempo à CTBel, mas em breve voltarei. Temos muitos assuntos a tratar.

sábado, 24 de outubro de 2009

Guardolinha que é guardolinha não perde tempo!

 Caros amigos, segue um relato no mínimo hilário de nosso colaborador Renato Fernato Fernandes:
Segue uma foto de um guardolinha fazendo seu digníssimo trabalho.
Neste momento ele havia acabado de pegar no batente e já estava multanto em menos de um minuto um pobre mortal que realmente havia ultrapassado o sinal vermelho.
Sim... E qual é o erro? (Afinal, belemense que é belemense avacalha o trânsito mesmo!).


Está vendo aquele Fiat Uno azul estacionado quase na frente dele? Pois é... Está estacionado de forma proibida (até onde eu sei). Está em cima da faixa amarela (está meio apagada, mas, acredite, existe uma lá). E o mais interessante é que tem duas e estão pintadas uma por cima da outra, ou seja, tudojuntoemisturado... hehehe. Êeeee CTBel "bacaaanaaa". E olha que trata-se de Doca de Souza Franco.
Voltando ao velho Uno: o nosso "amigo" guardolinha aí não multou o infrator. Sabe porquê? Porque o veículo é o DELE MESMO!! É... é isso aí. Huhuhuhu.
eu sei porque estava saindo do Sesc Doca, quando vi desde o momento em que o nosso camarada chegava em seu "possante" para trabalhar até o momento do apito final.
O que eu achei mais engraçado foi que ele deu aquela gostoso apito (com gosot de fim de semana) para o infrator quando ainda estava saindo do carro... hueheuheuhe.
Bem... só faltava ele abrir o porta malas e ficar ouvindo "aquele breguinha" (como muitos que tem carro-trio-elétrico na Doca) enquanto pegava a gorjeta... hehehe.
Na verdade sempre vemos esse tipo de situação: um carro da CTBel estacionado em fila dupla batendo papo com o guardolinha que está no balcão, oops, no ponto de trânsito. Eles deixam as motos da própria CTBel e tudo o que os acompanha no meio de tudo e os motoristras e pedestres de dêem seu jeito.
Aí vem a pergunta: cadê o exemplo?
Aí vem a resposta: eles não se importam com Moral, educação e disciplina. O que importa é lucrar, e muito. Tanto para a CTBel quanto com a velha "gorjeta" para retirar a multa.
Alguém sabe informar se eles ainda ganham participação por multa aplicada?
Por favor me responda para mim: cid.pacheco@gmail.com.

Obrigado, Renato.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Recorde mundial dos 30m rasos sem barreiras

As olimpíadas do Rio estão chegando e todos estão entrando no ritmo!
Nossos atletas deveriam usar esse método urbano muito eficiente. Na África eles usam leões e chitaras para treinar.
Veja o vídeo.



Você está rindo porque não foi com você correndo na frente de um Icoaraciense atrasado (eles sempre estão atrasados!) na Augusto Mortenegra. 

Imagina esse caboco sem pasta!!!


____________________________

Isenção de multa: eles não divulgam! É verdade?



Esta imagem foi enviada pelo nosso colaborador Valdemiro Lopes.

Se alguém puder confirmar essa informação, todos agradecemos: a internet nos prega peças, como o Rubinho tentou pregar no Massa.

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Extorção na Braz de Aguiar

Estou postando abaixo um texto na íntegra que foi publicado em um site chamado Jurid Digital, enviado por um leitor do nosso blog, a qual está indignado com a extorção que nos acomete na Av. Braz de Aguiar. Ele diz em seu e-mail que "muita gente não sabe que está sendo extorquida na Braz de Aguiar e paga multas em um estacionamento em via pública, que não deveria pagar, e ainda é aviltada por pessoas sem nenhuma legitimidade de trânsito (flanelinhas que se acham autoridades e depois só 'repassam' as notificações das multas para os agentes da CTBEL que deveriam, por lei, estar no lugar e no momento da autuação, pessoalmente). E, mesmo que estivesse lá, multariam sob que alegação, já que na área não é proibido estacionar??? É VIA PÚBLICA!!!".
É um grito de todos nós. Até porque estão querendo expandir a extorção, digo, a solução a outras vias de Belém. Tá dando dinheiro (né Prefeito?), então a coisa anda.


Eu aproveitei e dei uma passada por lá e tirei boas fotos. Elas mostram os pseudo-guardolinhas com seus coletes azuis mostrando trabalho. Degustem-nas.

Agora tome um chá de folha de maracujá e leia o texto com calma:
--------------------------------------------
Autuações de trânsito lançadas por monitores da "área azul" são irregulares
Fonte: TJSC


A Câmara Civil Especial do Tribunal de Justiça, em agravo de instrumento sob relatoria do desembargador substituto Luiz Fernando Boller, manteve decisão da Vara da Fazenda Pública da Capital, que determinou ao Município de Florianópolis que se abstenha de encaminhar notificações elaboradas por monitores do estacionamento rotativo à autoridade de trânsito.

Boller destacou que, segundo o estabelecido no Código de Trânsito Brasileiro, compete às Polícias Militares executarem a fiscalização do trânsito, ao passo que as infrações devem ser diretamente constatadas e comprovadas por declaração da autoridade ou agente de trânsito, conceito em que não se enquadram os monitores da "área azul".

O relator salientou, ainda, que "conquanto estes não lavrem diretamente os autos de infração, é com base nas informações por eles prestadas que as autuações são reduzidas a termo pela autoridade de trânsito, o que contraria a legislação, viciando o procedimento". Assim sendo, manteve a proibição até o julgamento final do recurso de agravo de instrumento, o que dará ensejo a significativa alteração na rotina de fiscalização e controle das áreas de estacionamento rotativo em Florianópolis.

Agravo de Instrumento nº 2009.048503-0
--------------------------------------------
Vejam que, embora seja um juiz de "Floripa", a coisa se encaixa perfeitamente a Belém. A situação escabrosa está aí, só falta um juiz bater o martelo.

domingo, 18 de outubro de 2009

Possível giardíase coletiva

Por nosso correspondente da Rodovia Augusto Mortenegra: Lawrence Paiva.
-------------------------------------------------------
Acordei hoje às 6 horas da manhã, para trabalhar, um belo domingão ensolarado e, logo de saída, dei de cara com essa inusitada cena. Só me esqueci de perguntar aos senhores motoristas do caminhão e do ônibus se eles estavam disputando um emocionante racha; se estavam querendo criar um novo atalho na rodovia ou se alguém estava com um sintoma de giardíase aguda. A única coisa que eu sei é que vão ter uma boa dor de cabeça para pagar a conta dos estragos.
Notem que às 7:35h da manhã não havia nenhum guardolinha para orientar ou multar alguém. Coisas que só acontecem no Trânsito Caótico de Belém.

__________________
Local do novo atalho: Rodovia Augusto Montenegro com Estrada da Maracacuera.

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Retratos de uma cidade suja e inacabada


Não há coisa mais desagradável para uma cidade que má fama. Quem costuma viajar para outras capitais sabe do que falo. Belém tem fama de cidade suja, de políticos sujos e que não se importam com o bem-estar do cidadão. A imagem não me deixa mentir. Em Belém começam-se a fazer as coisas, mas não terminam. Dão "gás" nas obras quando as eleições se aproximam. Dão uma "maquiada" na obra incompleta e, "tcham!", Voilá! Está entregue. Vejamos algumas obras com essas características:

1. Viaduto Mariguela: além do elevado, o projeto previa um túnel, passando por baixo da Av. Almirante Barroso.

2. Túnel do Entroncamento: gentilmente tratado como o "buraco do prefeito", a prefeitura anterior começou e atual tentou terminar.
Deveria ter um elevado, não recordo o sentido (Almte. Barroso --> Augusto Mortenegra ou BR-316 --> Av. Pedro A. Cabral), mas entregaram o elefante assim mesmo.

3. Portal da Amazônia: Você já viu o tamanho desse projeto? É uma coisa absurdamente grande. Eu, particularmente, não acredito que isso se conclua nesta gestão ou até nas próximas. É só para abrir nossos olhos. Certo dia, em uma de minhas viagens, conheci um senhor que era funcionário da empresa que está tentando construir a obra. Ele me disse que a empresa estava há mais de três meses sem receber e tocando a obra com recursos próprios, pois havia acabado a grana da Defeitura, a qual estava atrás de mais dindim para comer... Isso aconteceu há dois anos e obra está mesmo jeito.


4. Duplicação da Avenida Perimetral: Só foi até a frente da UFPa. Esse foi para inglês e o resto do mundo ver e tem um nome: Fórum Social Mundial. Um evento muito mal-feito, sem estrutura, sem tudo.



5. Avenida João Paulo II, antiga Primeiro de Dezembro: Fizeram até o Entroncamento (sempre ele). É a mesma coisa de defecar e não limpar (estou com uma imensa vontade de chamar palavrão).

6. Elevado da Júlio César com Pedro A. Cabral e Projeto Metrópole: Atualmente encontra-se na nossa mira. Acho que esse vai sair porque a (des)governadora está com moral um pouquinho baixa e, além de ter recursos do Banco de Brasil, ano que vem tem eleição e o "Grande Molusco" quer empurrar a Dilma pra cima da gente.

Fica em aberto para vocês informarem outras outras obras inacabadas de nossa ex-Metrópole. Não será difícil lembrar. Ou se houver mais nenhuma, é porque realmente não fo feito nada pela cidade a algum tempo atrás.

Clichê do Dia: Educação é bom e eu gosto!


A primeira foto dispensa demais comentários pois é algo corriqueiro em nossas ruas. O motorista não tem noção do tamanho do veículo que dirige e também não tem noção de tempo do semáforo, então calcula mal e acaba fechando o trânsito, como mostra a foto

Na segunda foto, acho que o motorista da Kombi pensou que a Defeitura havia colocado um atalho alí para ele não ter que ir dar uma voltinha lá em frente ao Mangueirão.

______________________
Local da falta de educação: Foto 1: Domingos Marreiros com Castelo. Foto2: Av. Independência (não sei de quê) com Augusto Mortenegra.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Fila quádrupla???

Por Lawrence Paiva
-------------------------
Você já ouviu falar em fila quádrupla de carros?
Não, eu não escrevi errado, é verdade!
Em uma tarde ensolarada, às 17:25h, ao sair do trabalho, dei de "cara" com esse absurdo no trânsito de Belém, no horário em que nós, trabalhadores, estamos de saída para nossas casas descansar, ainda temos que sair desviando desses enormes caminhões e dos ônibus e mototáxis que passam em alta velocidade pelas nossas avenidas. Tive que me esconder ao lado do ônibus de linha: Icoaraci - Cidade Nova, para não ser espancado pelos motoristas dos caminhões.


A foto aqui ao lado, foi no mesmo local, mas em horário diferente, um dia após a foto acima, às 07:03h da manhã. Mas para ter uma visão maior da "macaquice" eu subi na passarela para ter essa visão panorâmica.

__________________

Local da fila de caminhões:
Rodovia Augusto Montenegro, km 05, em frente a uma empresa de refrigentes mundialmente conhecida.

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Belém, a metrópole do futuro!


Bem gente, eu estive um tempo ausente pois precisei ir à matriz da empresa onde trabalho em São Paulo. Acontece que, apesar de até estar acostumado a ir lá, sempre me surpreendo com o tamanho da cidade e com seu trânsito, mesmo me sentindo em casa.
Agora olhe as duas fotos que tirei do trânsito de lá: se eu dissesse que eram de Belém, certamente você acreditaria. Veja os caminhões e vans velhas disputando espaço com carros e motos. Para! Tá bom! Vou ficar por aqui na comparação, pois em Sampa, (quase todos) os motoristas respeitam as leis de trânsito para poderem chegar a algum lugar o menos tarde possível. Na última foto, você pode perceber o investimento em infra-estrutura pela cidade, e ainda assim é tudo uma loucura. Então fiquei imaginando como seria a maior capital do país com os motoristas daqui de Belém... Sob minha óptica ela pararia simplesmente.

Então meus caros, podemos ver que Belém chegou no mesmo nível de São Paulo: trânstio caótico todos os dias. É o futuro negro. Hoje!

Nota: não me mande sugestão para fazer o blog Trânsito Caótico de São Paulo!!!! Já me basta o daqui!

_________
Local do nó: Marginal Pinheiros - São Paulo (não pergunte em que perímetro porque eu dormi metade da viagem para Guarulhos e estava perdido no momento das fotos!)

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Promoção Relâmpago Farmácias "PAG-muito-MAIS"


Aproveitando a promoção de última hora desta farmácia esse cliente não perdeu tempo e entrou de cabeça e tudo, isto é, com carro e tudo no estabelecimento comercial. Afinal de contas ele gosta de aproveitar as oportunidades e não deixa escapar nenhuma novidade e pagando sempre menos!
Pelo nome que pus no título você deve estar pensando que é a Big Ben, mas não é. O acidente foi na PagMenos da Mundurucus com a Alcindo Cacela. Eu estava passando de carro HOJE, por volta das 20:15h, e vi a cena digna daqueles filmes de ação classe 'B' do Jean-Claude Van Damme e resolvi parar para tirar umas fotinhas sem más intenções, apenas motivos pseudo-jornalísticos.

Quando voltei, claro que tinha um flanelinha (o verdadeiro) muito, mas muito ocupado me esperando e, mesmo sem dar sequer um mísero centavo de cruzeiro, ele me contou o que ocorreu, que, para minha surpresa, ele estava envolvido... (música de suspense agora...vummm.).
Olha só o relato do professor:
- Intão, chéfi. Eu tava tentando ajudá o amigo lá. O peneu ingatô no meio-fio. Ele acelerô, acelerô, mas não cunsiguia saí du lugá. Intão eu fui ajudá. Impurrei o carro, só qui o cara passô a marxa errada. Invês de ir prá trás, foi pra frenti dicunfôrça! Taí a m...(piiiii), ó!!!
 Que linguajar lindo...

Então para completar a "M" (maiúsculo mesmo), o cara havia acabado de sair da concessionária da Wolkswagen com o carro zerinho, zerinho e parou para comprar um medicamento. Acho que isso era uma dor de barriga. Só pode ser isso para fazer o cristão se jogar na farmácia deste jeito.
Deve ter aproveitado e comprado algo para dor de cabeça, além de água benta (vende isso em farmácia?) para batizar o carro, papel higiênico para limpar a "M" que fez, até porque a dor de barriga deve ter passado com a sujeira nas calças dele. Vende roupa lá também?


Agora me diga com toda sinceridade: será que esse indivíduo não comprou a "M" da CNH? Como é que o Gastran (ver mini-dicionário do Blog) libera um sujeito desses para dirigir? E se ele tivesse ido "dicunfôrça" para trás e passasse uma Scania indo para Cidade Nova?

Para concluir, isso aconteceu hoje à noite
___________________________
Local da locação cinematográfica: como já disse, na vidraça da farmácia PagMenos da Mundurucus com a Alcindo Cacela.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Cachorrada no trânsito

Já vi muitas gatinhas acompanhando seu inocente e "bighorn" namorado em seus carros e motos, mas uma cachorrinha é a primeira vez, ao menos na frente. Quem deve estar dirigindo? Um dobermann, pequinês ou um yorkshire terrier? E a família? Vai bem, né? São todos da mesma raça ou tem alguns adotivos ou mestiços?

MAS como tudo acontece e tudo pode no Trânsito Caótico de Belém, a pessoa pensa que, pelo fato de o carro ser dele, acha que pode tudo e acaba fazendo isso aí. Tudo bem que é o próprio e companhia que vai cheirar e limpar o cocô do bicho, mas qualquer um com QI acima 50 sabe que não podemos trafegar com animais com janelas abertas e 50% do corpo para fora do veículo (alguém pode me infomar qual é a Lei?)...
É isso mesmo, não sei a Lei, mas sei que NÃO PODE!

A perguntinha costumeira: e se passar um gato fazendo graça???

Nota: o papo estava tão bom no carro que a dona nem percebeu que baixei o vidro do meu carro e tirei a foto com flash. É mole? Ah um gatinho miando por perto...
__________
Local do zoo: dica: não é na Magalhães Barata com Alcindo Cacela e 9 de Janeiro. Foi na Boaventura da Silva, esquina com a Generalíssimo Deodoro.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Atração turística: os canyons de Belém




Graças à falta de ação de nossa Defeitura estão surgindo pela nossa combalida cidade diversos "canyons", como os que estão nas fotos desta postagem.


Segundo a Wikipedia, Canyons (canhão, desfiladeiro ou cânion) são os termos utilizados em geomorfologia e geologia para designar um vale profundo com paredes abruptas em forma de penhascos, geralmente escavado por um rio(no caso de Belém, os rios da Mundurucus, Pariquis e Fernando Guilhon). São também chamados de "garganta". Alguns exemplos de canhões são o Itaimbezinho, a Garganta do Diabo no Rio Iguaçu, o Canhão submarino da Nazaré, o desfiladeiro do rio Fish e o Grand Canyon, o mais famoso deles.

Brincadeiras à parte, veja o tamanho do bicho na foto onde coloquei a roda dianteira da minha moto. A marca Ducati é montagem, mas o tamanho do buraco, não. E o pior é que fica em plena Quintino Bocaiúva, ao lado do Tribunal de Contas do Estado (não, não tem a ver com salário deles...). Tirei uma foto mais distante para se ter idéia da dimensão da cratera.

MAS o pior de tudo não é isso. O pior é ver a Defeitura pavimentando onde já está pavimentado, como a José Malcher, onde vemos uma avenida sempre em boas condições de uso (o que não é ruim, claro), porque mais da metade da cidade precisa passar por ali (então mostra-se trabalho), enquanto outras vias como a Fernando Guilhon, que passa uma parte da população de renda mais baixa, principalmente na Cremação e Jurunas, fica abandonada e somente se vê alguns remendos após um puta de um toró de inundar tudo (Noé, cadê você?), onde vemos pelos jornais a agonia da galera boiando, crianças tomando banho nos canais com os ratos e móveis flutuando ao sabor da maré... E o resto da população que não passa por isso apenas vê isso pelos jornais e meios afins como se fosse em outro país.

Prefeito Duciomar, cadê você?

Como já dizia o velho Renato Russo: "E a vida continua e se entregar é uma bobagem!"
_________________________
Local das formações geológicas: de baixo para cima: Av. Fernando Guilhon, quase na curva com o canal da Rui Barbosa. Trav. Quintino Bocaiúva, ao lado do Tribunal de Contas do Estado.

--------------------------------------------------
QUALQUER SEMELHANÇA NÃO É MERA COINCIDÊNCIA.
--------------------------------------------------