Barra de boas vindas e data

quinta-feira, 24 de setembro de 2009

Promoção Relâmpago Farmácias "PAG-muito-MAIS"


Aproveitando a promoção de última hora desta farmácia esse cliente não perdeu tempo e entrou de cabeça e tudo, isto é, com carro e tudo no estabelecimento comercial. Afinal de contas ele gosta de aproveitar as oportunidades e não deixa escapar nenhuma novidade e pagando sempre menos!
Pelo nome que pus no título você deve estar pensando que é a Big Ben, mas não é. O acidente foi na PagMenos da Mundurucus com a Alcindo Cacela. Eu estava passando de carro HOJE, por volta das 20:15h, e vi a cena digna daqueles filmes de ação classe 'B' do Jean-Claude Van Damme e resolvi parar para tirar umas fotinhas sem más intenções, apenas motivos pseudo-jornalísticos.

Quando voltei, claro que tinha um flanelinha (o verdadeiro) muito, mas muito ocupado me esperando e, mesmo sem dar sequer um mísero centavo de cruzeiro, ele me contou o que ocorreu, que, para minha surpresa, ele estava envolvido... (música de suspense agora...vummm.).
Olha só o relato do professor:
- Intão, chéfi. Eu tava tentando ajudá o amigo lá. O peneu ingatô no meio-fio. Ele acelerô, acelerô, mas não cunsiguia saí du lugá. Intão eu fui ajudá. Impurrei o carro, só qui o cara passô a marxa errada. Invês de ir prá trás, foi pra frenti dicunfôrça! Taí a m...(piiiii), ó!!!
 Que linguajar lindo...

Então para completar a "M" (maiúsculo mesmo), o cara havia acabado de sair da concessionária da Wolkswagen com o carro zerinho, zerinho e parou para comprar um medicamento. Acho que isso era uma dor de barriga. Só pode ser isso para fazer o cristão se jogar na farmácia deste jeito.
Deve ter aproveitado e comprado algo para dor de cabeça, além de água benta (vende isso em farmácia?) para batizar o carro, papel higiênico para limpar a "M" que fez, até porque a dor de barriga deve ter passado com a sujeira nas calças dele. Vende roupa lá também?


Agora me diga com toda sinceridade: será que esse indivíduo não comprou a "M" da CNH? Como é que o Gastran (ver mini-dicionário do Blog) libera um sujeito desses para dirigir? E se ele tivesse ido "dicunfôrça" para trás e passasse uma Scania indo para Cidade Nova?

Para concluir, isso aconteceu hoje à noite
___________________________
Local da locação cinematográfica: como já disse, na vidraça da farmácia PagMenos da Mundurucus com a Alcindo Cacela.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

Cachorrada no trânsito

Já vi muitas gatinhas acompanhando seu inocente e "bighorn" namorado em seus carros e motos, mas uma cachorrinha é a primeira vez, ao menos na frente. Quem deve estar dirigindo? Um dobermann, pequinês ou um yorkshire terrier? E a família? Vai bem, né? São todos da mesma raça ou tem alguns adotivos ou mestiços?

MAS como tudo acontece e tudo pode no Trânsito Caótico de Belém, a pessoa pensa que, pelo fato de o carro ser dele, acha que pode tudo e acaba fazendo isso aí. Tudo bem que é o próprio e companhia que vai cheirar e limpar o cocô do bicho, mas qualquer um com QI acima 50 sabe que não podemos trafegar com animais com janelas abertas e 50% do corpo para fora do veículo (alguém pode me infomar qual é a Lei?)...
É isso mesmo, não sei a Lei, mas sei que NÃO PODE!

A perguntinha costumeira: e se passar um gato fazendo graça???

Nota: o papo estava tão bom no carro que a dona nem percebeu que baixei o vidro do meu carro e tirei a foto com flash. É mole? Ah um gatinho miando por perto...
__________
Local do zoo: dica: não é na Magalhães Barata com Alcindo Cacela e 9 de Janeiro. Foi na Boaventura da Silva, esquina com a Generalíssimo Deodoro.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Atração turística: os canyons de Belém




Graças à falta de ação de nossa Defeitura estão surgindo pela nossa combalida cidade diversos "canyons", como os que estão nas fotos desta postagem.


Segundo a Wikipedia, Canyons (canhão, desfiladeiro ou cânion) são os termos utilizados em geomorfologia e geologia para designar um vale profundo com paredes abruptas em forma de penhascos, geralmente escavado por um rio(no caso de Belém, os rios da Mundurucus, Pariquis e Fernando Guilhon). São também chamados de "garganta". Alguns exemplos de canhões são o Itaimbezinho, a Garganta do Diabo no Rio Iguaçu, o Canhão submarino da Nazaré, o desfiladeiro do rio Fish e o Grand Canyon, o mais famoso deles.

Brincadeiras à parte, veja o tamanho do bicho na foto onde coloquei a roda dianteira da minha moto. A marca Ducati é montagem, mas o tamanho do buraco, não. E o pior é que fica em plena Quintino Bocaiúva, ao lado do Tribunal de Contas do Estado (não, não tem a ver com salário deles...). Tirei uma foto mais distante para se ter idéia da dimensão da cratera.

MAS o pior de tudo não é isso. O pior é ver a Defeitura pavimentando onde já está pavimentado, como a José Malcher, onde vemos uma avenida sempre em boas condições de uso (o que não é ruim, claro), porque mais da metade da cidade precisa passar por ali (então mostra-se trabalho), enquanto outras vias como a Fernando Guilhon, que passa uma parte da população de renda mais baixa, principalmente na Cremação e Jurunas, fica abandonada e somente se vê alguns remendos após um puta de um toró de inundar tudo (Noé, cadê você?), onde vemos pelos jornais a agonia da galera boiando, crianças tomando banho nos canais com os ratos e móveis flutuando ao sabor da maré... E o resto da população que não passa por isso apenas vê isso pelos jornais e meios afins como se fosse em outro país.

Prefeito Duciomar, cadê você?

Como já dizia o velho Renato Russo: "E a vida continua e se entregar é uma bobagem!"
_________________________
Local das formações geológicas: de baixo para cima: Av. Fernando Guilhon, quase na curva com o canal da Rui Barbosa. Trav. Quintino Bocaiúva, ao lado do Tribunal de Contas do Estado.

--------------------------------------------------
QUALQUER SEMELHANÇA NÃO É MERA COINCIDÊNCIA.
--------------------------------------------------

domingo, 20 de setembro de 2009

Os Três Patetas Novamente


Eles são figurinhas constantes no blog, pois não é difícil encontrar esse trio hilário sempre jogando um bom papo para o ar. Na foto da vez você pode observar que tem até um lá por trás em ação (seria dando orientação ou pegando uma gorjetinha providencial?). Veja que todos estão na sombra do Supermercado Almirante, claro... Pra quê ficar no sol, né? O cliente vem até a gente mesmo!

Certo dia passei por lá por esse mesmo endereço em uma sexta (não lembro quando) e havia um guardolinha desses implicando e multando quem ia dobrar para av. José Malcher, mas estava nas pistas 3 e 4. Tudo bem que tem aquelas setinhas no chão indicando que não se deve fazer isso, mas no momento de "rush" ele deveria ter bom senso e orientar o trânsito para poder fluir melhor.
__________________________
Local do barzinho de fim-de-semana: Av. Almirante Barroso, esquina com a José Malcher.

sexta-feira, 18 de setembro de 2009

Gorjetinha providencial


É minha gente, o fim de semana chegou e nada melhor que pegar uma "ponta" extra para tomar uma cervejinha com os amigos no bar preferido...

Desculpe a qualidade da foto. É que eu estava em um táxi com película no vidro da frente.

Não esqueça de clicar na foto para dar um "zoom".

Local da bonificação por serviços prestados à comunidade:
Av. Almirante Barroso, cruzamento com a Av. Júlio César.

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Carona ingrata


Tudo começou quando o rapaz da moto tentou pegar uma carona no ônibus, mas carona foi negada, pois motoristas de coletivos só levam "de grátis" somente parentes, catirobas e afins... Eu mesmo já vi acontecer de haver uma parada cheia e ele não parar. Ah, eles não gostam também de parar para idosos, talvez por eles acharem que não chegarão à terceira idade.
Na verdade a moto veio da Av. Alm. Tamandaré atravessou a Av. Pres. Vargas para entrar na Assis de Vasconcelos. O ônibus, segundo testemunhas, já vinha fazendo "prezepada" desde lá atrás, no Pátio Belém e entrou em alta velocidade na Assis, atingindo a scooter. Veja a cara de Shrek do "motora".
Já o guardolinha estava lá para marcar presença... Milagres acontecem!

sábado, 12 de setembro de 2009

Carro velho pra quê?

O dono deste carro (se é que se pode chamar isso de carro...) deveria estar com dor de barriga aguda, provocada por uma extensa colônia de salmonelas infectadas com raiva canina... Só pode ser!
Acho que o bicho é tão velho que o dono nem paga mais IPVA e coloca onde bem entende. Com ou sem dor de barriga.

_____________
Local da Caganeira: Rua dos Mundurucus, próximo à Generalíssimo Deodoro.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

Servidor vai ao trânsito


Sempre que tem um feriado, o Banco do Estado do Pará (referência em tecnologia) lança uma campanha para captar mais recursos do pobre servidor do estado. Vemos campanhas com nomes festivos como "Servidor vai a Praia", "Servidor vai ao Círio", "Volta às Aulas" e por vai, aplicando, claro, juros extratosféricos e envergonhantes que tiram o sono de quem pede emprestado. Mas vemos também a eterna campanha "Servidor vai ao Trânsito", como na foto, que nem tive coragem de editar e borrar a placa. Veja a faixa amarela onde ele deveria ter deixado o carro. E note também que não é qualquer carro estacionado na frente do órgão: são dois Fiat Idea ELX 1.4 (semi-top, abaixo somente da linha Adventure), um Citroën Xsara Picasso e um S10 Cabine Extendida. Taí o motivo do porquê o estado está literalmente doente financeiramente. Preciso dizer mais?
Os (ir)reponsáveis pedir tal veículo só pensam no conforto deles, andar no "arzão" é mais importante que qualquer coisa. "O Pará é rico mesmo!" devem pensar. Então pergunto: Para onde está indo todo o dinheiro arrecadado com o ICMS, que é o mais caro país!!!! Compare pela internet nos sites da Oi e Tim e vejam que um plano aqui é mais caro que o mesmíssimo plano em São Paulo, por exemplo. E vejam nossas ruas, avenidades largadas ao vento, canais assoreados e hospitais em frangalho. Hoje, vivemos em um lugar que deveríamos ter vivido há dez ou vinte anos. E a espertinhos fica andando de carrão, com motorzão e, para piorar, estacionando onde bem entender. A multa não vem mesmo.
Vou parar por aqui porque senão vou entrar em terrenos já bastante comentados, como a Copa 2014 indo para Manaus, todas as obras inacabadas do prefeito Dudu-tatu, a volta da velha raposa do PMDB ao governo do estado (ai de nós....). Não quero nem pensar.
O futuro é sombrio e presente cercado de penumbra.
E o trânsito?
Ah, fiquei sabendo que em abril passado recebemos a visita de técnicos japoneses para analisar no nosso trânsito e dar soluções. Hahahaha. Só rindo pra não chorar.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

É fogo!

É de conhecimento de todos que quase ninguém nesta cidade respeita as regras (me recuso a chamar de Lei!) de trânsito, mas quem deveria dar exemplo também não o faz. Quantas vezes por dia não passam por nós ambulâncias, viaturas policiais e coisas do gênero com giroscópio (para quem não sabe, são aquelas luzinhas que ficam pistando em cima do veículo) e sirene ligados sem estar a serviço, com o intuito apenas de fugir do moroso trânsito desta abandonada ex-metrópole? Certo dia fiz questão de seguir uma ambulância que havia passado por mim a 1.000 km/h na Almirante Barroso, quase rompendo a barreira do som. Peguei a bicha na travessa Castelo Branco. Quando chegamos à rua dos Pariquis o motorista desligou a sirene e o giroscópio e desacelerou. É isso que acontece na maioria das vezes. Observe a cidade: sempre que o trânsito e o calor da tarde aperta, é comum ver um veículo com o trambolho barulhento ligado pedindo passagem. Será que tem tanta emergência na cidade assim? Uma cidade tão pequena e quase sem hospitais públicos e alguns outros privados mais ou menos e delegacias caindo aos pedaços e superlotadas espalhados por aí não deveria ter um fluxo desses...
Veja no flagrante da foto, enviada pelo colaborador Renato Fernandes: uma viatura dos Bombeiros avançou o sinal em frente a uma moribunda loja de motos na Av. Pedro Álvares Cabral. Note que não tem nada ligado no carro (e ainda tinha uma rêmora colada nele) e tire suas conclusões.
Dá pra multar um cara desses? Claro que não.

Abraços.

quarta-feira, 2 de setembro de 2009

Artista das Ruas - Quarta Parte

Mais uma da série Artista das Ruas chama atenção para o fato que não são somente os pobres taxistas com alto déficit cognitivo (99,99% deles) que fazem artes nas nossas(?) ruas, mas também outros artistas mambembes, enxeridos que metem a cara de pau para ganhar uma graninha, nem que para isso um transeunte seja atropelado por precisar passar pelo asfalto, pois o seu "carrinho' de cachorro-quente está justamente lá, onde nós deveríamos estar passando, com certo grau de segurança.

Me respondam duas coisas:
1. Cadê a CTBEL?

2. Existe alguma lei que permite essa "obrada" ao ar livre?

Aonde nós vamos chegar?

Anti-Dica Gastronômica: Olha que eu já parei lá e o lanche é devagar!...

________________
Local da presepada: Praça da Trindade.