Barra de boas vindas e data

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

Ctbel dando uma forra

Motos são recolhidas por estacionarem em local proibido

Uma ação durante esta quinta-feira (17) encerrou com o recolhimento de 15 motos de mototaxistas que fixaram pontos irregulares na Avenida Presidente Vargas, em Belém. Segundo a superintendente da CTBel (Companhia de Transportes de Belém) Ellen Margareth, os condutores foram avisados, na quarta-feira (16), que estavam em locais proibidos.

Ainda de acordo com a superintendente, os mototaxistas fizeram pontos em cima de calçadas da Presidente Vargas e de outras vias do centro comercial de Belém, e que foram avisados de que deveriam deixar o local. 'Hoje nós passamos por lá e vimos que estavam todos nos mesmos locais e iniciamos a remoção', explicou Ellen.

Das mais de 30 abordagens, 15 motos foram recolhidas, entre elas, cinco estavam com uma média de cinco multas de natureza gravíssima cada e um dos motoqueiros estava inabilitado.

Fonte: Redação Portal ORM

Claro que a charge não é originalmente da matéria. Só coloquei para dar um "up". Ah... um pouco de humor não faz mal a ninguém, né?
E pelo menos no desenho o passageiro tá de capacete...

2 comentários:

  1. isso acontece por falta de competencia da superintendente da CTBel (Companhia de Transportes de Belém) Ellen Margareth po não regulamentar o POIS NÓS TEMOS LEI FEDERAL ESTADUAL E MUNICIPAL TUDO APROVADO E ENCOTRAMOS UMA BARREIRA QUE E ESSA MERDA DA CTEBEL DE PALHAÇO ELA DEVERIA TER VERGONHA NA QUELA CARA DE PAU DE FICAR MENTINDO PARA UMA CATEGORIA DE TRABALHADORES PAIS DE FAMILIA PARA PODER TIRAR OS ERRADOS DA RUA TEM QUER REGULAMENTA O SERVIÇO MAIS ESSE PREFEITO SAFADO EO SEU BANDO VÃO SAIR DO PODER NÃO FALTA MUITO SOU PRESIDENTE DE UMA ASSOCIAÇÃO DE MOTO TAXI COM MUITO ORGULHO

    ResponderExcluir
  2. Opa! Que legal aparecer por aqui um representante da categoria dos mototaxistas.

    Ô amigão... Se a sua assossiação estiver andando nos conformes, beleza. Se não estiver, não adianta reclamar. Pois tem gente que só anda direitinho se a categoria for regulamentada. E isso não é coerente. O exemplo deve ser dado sem precisar disso.

    É mais ou menos o que acontece com as vans. O que tem de lata-velha nas ruas e sem um mínimo de segurança, não é brincadeira.

    Olha o pedaço da matéria: "Das mais de 30 abordagens, 15 motos foram recolhidas, entre elas, cinco estavam com uma média de cinco multas de natureza gravíssima cada e um dos motoqueiros estava inabilitado."

    O motoqueiro com cinco infrações GRAVÍSSIMAS. Boa coisa, com certeza, ele não fez (e não faz)em prol da segurança de seus passageiros e de outrens. Trabalhar sem CNH então... nem se fala.

    Uma sugestão: Se organizem e se padronizem internamente (inclusive nos itens de segurança), para depois reivindicar alguma coisa na Prefeitura. Tem que MOSTRAR que pode, e não APENAS DIZER que pode.

    Abraço!

    ResponderExcluir

Seus comentários são bem vindos, mas, por favor, evite postar palavrões e demais palavras de baixo calão. Seja inteligente e direto. Grato.