Barra de boas vindas e data

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Faroeste "caboco"?

Email enviado pela colaboradora Marilena Vasconcelos:


ERA SÓ O QUE FALTAVA !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
GUARDA DE TRÂNSITRO ARMADO ATÉ OS DENTES PARA MAIS NOS AMEAÇAR !!!!!!!!!
POR ENQUANTO ELES NOS AMEAÇAM COM AQUELE MALDITO CADERNINHO DE MULTA QUE MATA SÓ DE RAIVA. ELES O PUXAM DOS BOLSOS COMO SE FOSSEM SACAR UMA ARMA. E COM QUE GOZO !!!
AGORA, BANDIDOS/MOTORISTAS, CUIDEM-SE: O GUARDA DE TRÂNSITO TERÁ O PODER DE MATAR QUEM REAGIR ÀS SUAS INJUSTIÇAS ÁVIDAS POR MUUUUITO $$$$$$$$$$$$$.
É MOLE ?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!?!?



Comissão de Segurança debate porte de arma para fiscais de trânsito
Dia 07/11/11
Brasília - A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado discute hoje, ás 14h, a concessão de porte de arma aos fiscais de trânsito, prevista no Projeto de Lei 3624/08.
A audiência pública, sugerida pelos deputados Romero Rodrigues (PSDB-PB) e Alessandro Molon (PT-RJ), vai debater a proposta do ex-deputado Tadeu Filippelli, que altera o Estatuto do Desarmamento (Lei 10.826/03) e já provocou divergências na comissão.
Filippelli diz que o estatuto deixou os fiscais de trânsito desprotegidos: "A proibição para o porte de arma de fogo atingiu em cheio a categoria, cuja atividade envolve grandes riscos".
Foram convidados para a audiência a secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki, o policial civil e ex-deputado federal Laerte Bessa, o presidente da Associação Brasileira dos Departamentos de Trânsito (Abetran), George Marques, o representante da Rede Desarma Brasil Luiz Antônio Brenner Guimarães, além de um representante da Polícia Federal.
As informações são da Agência Câmara de Notícias


Desenho: Cid Pacheco

Frase manjada do dia: Quem viver, verá...

Um comentário:

  1. Concordo com isso aí. Claro que existe agentes de trânsito de índole duvidosa, mas também há os que trabalham bem, e ainda são humilhados e ameaçados por condutores temperamentais e agressivos. Conheço relatos deste tipo. E o uso da arma de fogo pode inibir este tipo de ação.
    Quem infrige lei é um contraventor, e estará quebrando a ordem pública prevista nos Códigos.
    No trânsito não se sabe quem é quem, e a maioria dos motoristas não tem cultura alguma ou um mínimo de respeito.
    Querendo ou não, o porte de arma dará mais seriedade à fiscalização.
    Mas é claro que antes de tudo deve-se haver muito preparo, treinamento e principalmente reciclagem dos agentes, para que não haja abuso por parte deles.

    ResponderExcluir

Seus comentários são bem vindos, mas, por favor, evite postar palavrões e demais palavras de baixo calão. Seja inteligente e direto. Grato.