Barra de boas vindas e data

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Condolências


A equipe do Trânsito Caótico de Belém vem transmitir nossos profundos pêsames aos parentes e colegas de trabalho pela perda de mais um profissional do trânsito de nossa cidade, o agente Adauto da Cruz Melo, vítima do próprio habitat onde trabalhava, onde foi protagonista de mais um infeliz exemplo nacional que se tornaram as vias de Belém: canais de canis a céu aberto, onde ninguém se respeita, ninguém dá a vez a outro, ônibus atropelam carros, motos, pedestres, ciclistas e agentes de trânsito. Vítima de um imenso idiota, como tantos por aí, que fazem de nossas ruas e avenidas pistas de corrida.


Infelizmente nossa geração irá passar sem ver uma mudança neste sentido. Penso isso porque educação se traz de casa e da escola e o que vemos é um exagero de mal educação no dia a dia do trânsito. A solução a longo prazo, na minha opinião, seria primeiramente criar uma disciplina escolar chamada Educação no Trânsito, e aí sim, quem sabe, um dia teríamos um trânsito melhor, mais humano, sem alguém precisar baixar o vidro para pedir passagem. Ficando apenas nossa cobrança jundo aos órgãos competentes para fazerem sua parte em melhorar as vias e demais melhorias. Afinal, não adianta cobrar por vias melhores e bem sinalizadas se nosso visinho insiste em ligar o pisca alerta e parar em fila dupla, ou uns loucos varridos apostarem corrida em plena Avenida Almirante Barroso, concorda?

Equipe Trânsito Caórico de Belém
Cid Pacheco
Tony Ferns
Cid Paiva

Um comentário:

  1. O sentimento é de revolta pelo trágico ocorrido. Simplesmente, Adauto foi morto enquanto trabalhava na organização do trânsito (que estava caótico por conta do incêndio que ocorrera por lá), e por um moleque de 19 anos, militar da Aeronáutica, que deveria dar o exemplo de cidadania e respeito por conta da farda que veste (ou vestia, pois está preso).
    Mas como farda não veste caráter, fica aqui a minha repudiação à estes tipos de idiotas tiranos do trânsito.

    Concordo que a educação brasileira deveria ter em suas disciplinas a educação no trânsito, e acrescento a ética e a cidadania, sendo que estas duas últimas só são lecionadas no ensino superior, quando deveria ser desde o fundamental para que, no futuro, tenhamos pessoas mais civilizadas e humanas.

    Meus sentimentos ao Adauto da Cruz Melo.

    ResponderExcluir

Seus comentários são bem vindos, mas, por favor, evite postar palavrões e demais palavras de baixo calão. Seja inteligente e direto. Grato.