Barra de boas vindas e data

sexta-feira, 13 de julho de 2012

A cidadania que vem da boca

A coluna "Na Bike" do site ÉPOCA SÃO PAULO apresentou no último dia 9 de Julho uma matéria sobre o trânsito de Belém. E como não poderia deixar de ser, foi mostrado alguns dos principais problemas que enfrentamos no nosso cotidiano.

Posto aqui alguns fragmentos do texto. A matéria completa você pode acessar direto da fonte no link ao final.

A cidadania que vem da boca
Por Redação Época SP

Ônibus circulam por onde querem e trancam todas as pistas. 
Mesmo no centro da cidade, a fiscalização é quase nula.

[...]

Em Belém (PA), atravessar a rua era uma aventura – mesmo com o sinal verde e sobre a faixa de pedestres. Os semáforos eram mera formalidade devidamente ignorada por alguns motoristas. Atravessar em esquinas com conversão de veículos era ainda mais emocionante – de repente surgiam carros fazendo curvas fechadíssimas e em alta velocidade. A buzina, claro, acompanhava o trajeto, intimando o pedestre a sair da frente. 

[..]

E diante de tudo isso, silêncio da população. Por que as pessoas não reclamam, não chamam a atenção do motorista, não comentam sequer com o pedestre ao lado sobre o absurdo que acabou de acontecer? Conversando com taxistas, mototaxistas e outros locais, a resposta era quase um mantra: “a prefeitura não faz nada mesmo”.

[..]

Uma viagem recente a Belém, minha terceira à cidade, foi a que me deu ideia para esse post – por isso só há fotos da capital paraense aqui. Embora o texto fale apenas de pontos negativos das cidades citadas, todas elas são mais fartas em virtudes do que em defeitos, culturalmente ricas, exuberantes e acolhedoras.


Fonte: Época SP - Na Bike

Comentário:
Não mudo uma vírgula do que foi escrito por esta coluna, pois, infelizmente, essa é a mais pura verdade e realidade.
E se não houver uma mudança de postura, a cidade será mais vezes alvo desses tipos de matéria. E por ser um povo acolhedor, é que se deveria zelar mais pela educação e respeito ao próximo, principalmente no trânsito. Basta cada um fazer a sua parte.
"Parabéns" à vocês motoristas, motociclistas, ciclistas e pedestres que contribuem para essa falta de organização. Vocês são um "exemplo" de Cidadania.

Um comentário:

  1. concordo com voce,as pessoas estao "anestesiadas" pela sensaçao de impunidade.todo mundo faz o que quer e quando bem entende.Esse cenário,a curto prazo só mudaria com uma operaçao "tolerancia zero"no transito.Mas dai,cade fiscalizaçao pra fazer isso né??junte falta de poder de fiscalizar com a índole das pessoas pra sempre querer se dar bem e dá nisso que vemos nas ruas todos os dias!!

    ResponderExcluir

Seus comentários são bem vindos, mas, por favor, evite postar palavrões e demais palavras de baixo calão. Seja inteligente e direto. Grato.