Barra de boas vindas e data

quarta-feira, 30 de maio de 2012

Carroceiro com CNH e carroça com placa?

Carroças vão passar por fiscalização mais rigorosa em Belém

Companhia de Transportes de Belém fará o cadastramento das carroças.
Animais sofrem maus-tratos e chegam a ser abandonados nas ruas.


Belém, conhecida como “Cidade das Mangueiras”, atualmente também é caracterizada pelo tráfego intenso nas ruas. No cenário atual, em que a aquisição do veículo se tornou mais acessível, ainda há quem utilize um meio de transporte primitivo: as carroças puxadas por animais, que muitas vezes são maltratados pelos donos.

A Companhia de Transportes de Belém estima que existem cerca de 1.700 carroças circulando em Belém, incluindo na Ilha de Cotijuba. No mês de junho, o órgão está planejando fazer um cadastramento destas carroças, para que a regulamentação, acordada entre a CTBel, a Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra) e o Centro de Zoonoses comece a valer.

"Temos um grande problema: 95% dos animais que hoje estão na rua têm problemas sérios de saúde. A partir do cadastro das carroças, o animal terá que fazer uma avaliação e, se não estiver bem, a carroça não poderá mais circular", explica Paulo Serra, diretor de transporte da CTBel.

Os carroceiros circulam por toda parte, nas áreas periféricas e também no centro da cidade. As carroças são utilizadas para o transporte de pessoas e, principalmente, para carregar materiais de construção e entulhos.

Muitas vezes, as carroças atrapalham o trânsito, já que os cavalos não atingem a mesma potência de um motor. A reportagem do G1 flagrou um carroceiro avançando o sinal vermelho em uma via no centro de Belém, colocando a vida dele e a do cavalo em risco.


Mas, infelizmente, a maioria dos carroceiros não está preocupada com a saúde destes animais e chegam a abandonar os bichos quando eles estão doentes ou velhos demais para trabalhar. Apesar de ser a forma de sustento de uma família, a maioria força os animais a trabalhar exaustivamente, puxando grandes pesos em uma carroça nem um pouco adequada para o serviço de tração.

Mesmo após um longo dia de trabalho, vários destes animais não recebem sequer um banho ou alimentação, sendo soltos nas vias públicas para que se alimentem de capins de beira de rua. Isto contribui muito para a ocorrência de acidentes de trânsito e morte destes animais por atropelamento.

Projeto Carroceiro

A Universidade Federal Rural da Amazônia, que oferece o curso de Medicina Veterinária, criou o Projeto Carroceiro, que atende animais que trabalham em carroças gratuitamente, além de tentar conscientizar os donos sobre a importância de manter estes animais saudáveis.

O coordenador do projeto, Djaci Barbosa, afirma que existem cerca de 3 mil animais que trabalham em carroças e diz que a maioria dos carroceiros não tem interesse em levar o animal para ser tratado na universidade. “Na maioria das vezes atendemos animais apreendidos por meio de denúncia ou abandonados. Eles sofrem ferimentos por acidentes de trânsito, por sobrecarga de peso, ou por já estarem trabalhando há muito tempo”, explica o professor.

No projeto, são atendidos cerca de 15 animais por mês. Os cavalos e jumentos vivem de 10 a 12 anos, mas, em Belém, quando começam a trabalhar, duram no máximo dois anos.

O professor ressalta que existe a Lei Municipal 8163 de 2003, que regulamenta a situação do animal dentro da grande Belém, mas conta que a lei não é cumprida porque falta infraestrutura do município para fiscalizar. “Os carroceiros estão a vontade, maltratam e chegam a matar os animais”, afirma o professor Djaci.

O diretor de transportes da CTBel, Paulo Serra, esclarece que já foram chamados seis servidores aprovados no concurso e que pretende chamar ainda outros aprovados, para que trabalhem na fiscalização. Segundo Serra, os seis chamados passam atualmente por um período de treinamento.

Quem quiser pode ajudar o Projeto Carroceiro doando ração, medicamentos, materiais de procedimento, ferramentas ou materiais de manejo (cordas, arreios, selas etc.) ou em espécie. Mais informações pelos telefones: 3210 5264 / 3210 5137.

Fonte: G1 Pará

Comentário:
Acho que não só a CTBel, mas sim o Ibama também deveria entrar na briga, pois há muitos animais morrendo ou sofrendo por maus tratos, má alimentação e nenhum descanso. Trabalham pesado sem um tratamento digno. E olha que tem muito carroceiro que vive desses animais... Imaginem se não dependessem dos coitados...
Isso é uma vergonha!

Muita manguaça no trânsito

Operação Trânsito sem Álcool flagra condutores alcoolizados

A Polícia Civil divulgou nesta segunda-feira (28) os resultados da operação Trânsito sem Álcool, deflagrada no fim de semana, na Região Metropolitana de Belém (RMB). Ao todo, foram registradas 50 infrações no trânsito, e quatro pessoas foram presas em flagrante conduzindo veículo sob efeito de bebida alcoólica. No total, 101 veículos foram abordados durante a ação policial.

As abordagens foram feitas em três pontos na rodovia BR-316 próximo ao viaduto do Coqueiro, e área da Praça da Bíblia e avenida Arterial 18, no Conjunto Cidade Nova, em Ananindeua. As equipes policiais montaram pontos fixos e móveis de fiscalização nas principais vias de acesso ao município. Em todos os locais, os policiais fizeram abordagens e revistas em condutores de veículos, motocicletas, bicicletas e pedestres.

Ao todo, nove condutores foram notificados pelos agentes de trânsito do Departamento de Trânsito do Estado (Detran) por irregularidades. A operação contou com uma Delegacia Móvel para registro de ocorrências policiais. Durante as abordagens, um veículo modelo Nissan, de placa NSQ 7424, em situação irregular, foi apreendido na BR-316. Em outra abordagem, o condutor de um veículo particular resistiu à voz de prisão, ao ser flagrado com sinais de embriaguez, na Cidade Nova.

Identificado como Augusto Sidney Rodrigues, ele recusou-se a fazer a coleta de sangue e teste de alcoolemia. Apresentado na Seccional Urbana da Cidade Nova, o motorista foi autuado pelos crimes de desacato e resistência. O trabalho policial vai continuar em todos os fins de semana com objetivo de diminuir as infrações no trânsito e orientar os condutores.

Fonte: Agência Pará de Notícias

Comentário:
É um absurdo o que esses motoristas irresponsáveis fazem.
De 101 condutores fiscalizados, foram 50 infrações e mais 4 presos. Isso representa mais de 50% das abordagens. É o cúmulo!
Se ao menos colocassem em risco somente suas vidas... ainda dava lá. Mas o problema é que esses cachaceiros motoristas acabam prejudicando quem não tem nada a ver com a situação de embriaguez dele, e muitas vezes de forma letal. Aí já era...

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Multas devem bater recorde em 2012

Arrecadação com multas de trânsito cresce 20%

Apenas nos três primeiros meses do ano, autuações já renderam mais de R$ 200 milhões

Márcio Alves, do Metro SP | noticias@band.com.br

A arrecadação com multas de trânsito deve bater recorde em 2012. Nos três primeiros meses deste ano, foram arrecadados R$ 202,5 milhões, média de R$ 2,2 milhões por dia.

O valor é 20% maior do que os R$ 169 milhões registrados no primeiro trimestre de 2011. No mesmo período, a frota de veículos da cidade aumentou apenas 3,2%. Mantido este ritmo, a administração deve arrecadar R$ 832 milhões até o fim do ano, 11% mais do que no ano passado.

Os principais responsáveis pelo aumento no número de multas são os radares eletrônicos. Os 582 equipamentos espalhados pelas ruas e avenidas da cidade já respondem por 70% do total de autuações.

Não é para menos que os investimentos em fiscalização eletrônica também devem bater recorde. Serão destinados R$ 36,5 milhões para compra de radares fixos, móveis e lombadas eletrônicas. O valor é quase o dobro dos R$ 19,4 milhões investidos em 2008.

Segundo a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego), foram aplicadas 62,1 mil multas a mais no primeiro trimestre do ano.

Os recursos vão para o Fundo Municipal de Desenvolvimento de Trânsito. Do total, 5% são repassados ao governo federal.

O restante é investido em sinalização, treinamento, programas de educação no trânsito, monitoramento e operação do trânsito, manutenção de semáforos e projetos de engenharia de tráfego, entre outros.

Fonte: Band

Comentário:
Diz a reportagem:
"Os recursos vão para o Fundo Municipal de Desenvolvimento de Trânsito. Do total, 5% são repassados ao governo federal.
O restante é investido em sinalização, treinamento, programas de educação no trânsito, monitoramento e operação do trânsito, manutenção de semáforos e projetos de engenharia de tráfego, entre outros."

Aham... Belém e o restante do Pará que o diga.
Se fosse assim mesmo, não teríamos essa terra sem lei que vivemos hoje aqui. E nem soluções mal projetadas, vias e estradas abandonadas e mal sinalizadas (ou sem nem uma), agentes ignorantes e destreinados, falta de fiscalização efetiva, falta de rigor com motoristas imprudentes, etc etc etc...

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Obama vira agente da CTBel

Haha... Mais essa agora. Tem que rir para não chorar.

Boneco parecido com presidente Obama para o trânsito de Belém

publicado em 17/5/2012 às 20:39

Meio dia, hora do rush em uma das principais avenidas de Belém, no Pará. As obras do sistema de ônibus rápido ocupam uma das pistas e não há como se livrar do congestionamento. Entre os fiscais de trânsito, um, bem familiar chama a atenção: um boneco idêntico ao presidente norte-americano, Barack Obama.

O boneco que pesa 10kg é uma alternativa à esse outro tipo de sinalização. É que segundo o órgão municipal de trânsito, por noite, são furtados cerca de 15 cones em Belém.


Fonte: SBT Brasil

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Qual a desculpa?

Em plena Av. Almirante Barroso, olha onde esse "buzão deu prego".



Além de enguiçar atrapalhando o trânsito, ainda foi fora do limite da faixa azul.
Qual será a desculpa agora?

Foto e texto (adaptado) de Felyppe Spada via Twitter.

Vamos às infrações deste fato:

- Transitar em local não permitidos - Infração média - Multa.
- Parar nas vias de rolamento de trânsito rápido - Infração grave - Multa e remoção.

@tonyferns13

domingo, 13 de maio de 2012

Feliz Dia das Mães!

Essa postagem é em homenagem às mães de todos esses motoristas irresponsáveis do nosso Brasil. Esse aí não respeitou nem a santinha do outdoor. Sem mais comentários...

Feliz Dia das Mães a todos os nossos leitores e editores deste blog!

sábado, 12 de maio de 2012

Filhos das Mães

O que os filhos não fazem pelas suas mães, né? Saca só!


É véspera de Dia das Mães e os filhinhos queridos nas ruas atrás dos presentinhos de suas coroas mamães, e fazendo de tudo para conseguir, nem que pra isso tenha que infringir as regras de trânsito, "furando" sinal vermelho, parando em cima das faixas de pedestres, fechando cruzamentos, causando confusões e trantornos. Oooolha que liiindo!
Bom... não faltam motivos e diposição para comemorar e agradar. O que falta, na verdade, é educação e respeito.
Bem que as mamães dessa criançada poderiam dar um "puxãozinho de orêia" neles, né?

E como mencionei em post anterior, não irei apenas criticar, e sim também informar. Vamos lá.
>> Avançar sinal vermelho. Infração gravíssima. Penalidade - Multa.
>> Parar o veículo sobre a faixa de pedestres na mudança de sinal luminoso. Infração média. Penalidade - Multa.
>> Fechar cruzamento. Infração média. Penalidade - Multa.

Ah... antes eu esqueça... Feliz Dia das Mães!

Local do  corre-corre de Dia das Mães: Doca com Ó de Almeida para entrar no shopping situado ali na esquina.

 @tonyferns13

sexta-feira, 11 de maio de 2012

Calçada pra que te quero... Continue

Se você achou que o motorista do Post "Calçada pra que te quero..." tem titica de galinha, o que dizer dos três patetas da foto abaixo? Seria de elefante??? De dinossauro do Jurassic Park??? Godzilla???

Eu seria mais simples: nada na cabeça.

Detalhe: nesta mesma calçada, todos os dias tem carros nela. Às vezes até caminhões... Acredite... se quiser... O mais irônico ainda é que do lado direito da rua, o ponto de táxi toma toda a sua extensão e dificilmente vemos mais que três branquinhos no final da tarde, fazendo com que os os motoras dos carros estacionem  na calçada do Hilton. Vai entender...
____________________________________________
Local da diarréia cerebral: ao lado do Hilton Belém

quinta-feira, 10 de maio de 2012

Calçada pra que te quero...

Eu não entendo o que um "motorista" desses tem na cabeça. Será que é "titica de galinha"?

Estacionado na calçada.
 Imagem enviada via Twitter por @AndreeCassia

Nas minhas postagens, a partir de agora, não irei mais apenas criticar, e sim tentar educar informando postando o artigo do CTB que o mané cidadão está infringindo. Beleza? É o mínimo que podemos fazer. Pois ainda tem gente que tem a cara de pau de dizer que não sabe. Acredita?

O Código de Trânsito Brasileiro prevê em seu artigo 181, VIII, a infração pelo estacionamento de veículo em calçada. Vamos lá.

Art.181. Estacionar o veículo: (...)
VIII - no PASSEIO ou sobre faixa destinada a pedestre, sobre ciclovia ou ciclofaixa, bem como nas ilhas, refúgios, ao lado ou sobre canteiros centrais, divisores de pista de rolamento, marcas de canalização, gramados ou jardim público:
Infração - grave;
Penalidade - multa;
Medida administrativa - remoção do veículo.

E antes que alguém pergunte, a palavra calçada, conforme Anexo I do Código de Trânsito Brasileiro, possui o significado de parte da via, normalmente segregada e em nível diferente, NÃO DESTINADA À CIRCULAÇÃO DE VEÍCULOS, reservada ao trânsito de pedestres e, quando possível, à implantação de mobiliário urbano, sinalização, vegetação e outros fins.  Importante também ressaltar o significado da palavra passeio, definida como PARTE DA CALÇADA ou da pista de rolamento, neste último caso, separada por pintura ou elemento físico separador, livre de interferências, destinada à circulação exclusiva de pedestres e, excepcionalmente, de ciclistas. Portanto, os passeios devem ficar livres de obstáculos para a passagem dos pedestres e nas calçadas pode ser colocado mobiliário urbano, sinalização, etc.

quarta-feira, 9 de maio de 2012

Meme de buzão

Aproveitando que a galera está animada e mandando ver nas postagens, eu não poderia deixar de contribuir com uma foto que tirei hoje. Justamente hoje que fiquei sem a lata velha, que vendi para dar de entrada em novo carrinho para ficar paralisado na Almirante (alô, BRT!) com mais qualidade, que me aventurei em ir de ônibus para o trabalho. Não lembrava o quanto era tão baixa qualidade o transporte público (abrindo margem aos péssimos alternativos) e, para completar o meu calvário, os motoras estavam de férias greve... GREVE!! GREVE!!! GREVE!!!!
Caramba! Ao ver a galera passando pendurada nos "buzão", muitos parecendo até estar no sofá de casa, tive a visão do inferno, com os irregulares se aproveitando e cobrando R$ 2,00 do povo e tive a brilhante ideia de tirar uma foto dos pobres passageiros amarrotados, aos quais, para minha infelicidade, eu me juntaria brevemente, suando como um condenado à cadeira elétrica e tampa de panela em fogo alto e apertado como uma sardinha enlatada... Foi isso. Só não pergunte como cheguei ao trabalho... Ufff....

Rapá, tinha até Meme estressado reclamando da greve!!!


AAAAAAAAAAAAHHHHHHHHHHHHHHH!!!! EU QUERO IR TRABALHAR SOSSEGADO!!!!

Gente, não nos levem a mal, acontece que temos realmente que rir da situação atual do transporte público, pois este é apenas um problema entre vários e vários e vários que se estendem de gerações em gerações e a cada ano que passa, vemos que não se faz nada pelo transporte, não só público, mas de todo o trânsito caótico de Belém. Vamos aguardar para ver se o sonho do Dudu resolve ao menos 50% do problema. Ele divulga que é A Solução para a bagunça. Eu, particularmente acredito que, quando pronto, o BRT criará mais problemas que soluções e se resolver 1%, será muito. Nossa cidade precisa de muito mais que ônibus em corredor exclusivo, como viadutos, duplicações de avenidas, educação básica nas escolas e muita, mas muita vigilância por parte da CTBel e DETRAN, para ficar somente em quatro exemplos.

Vamos rir...

Trânsito Caótico de Belém (Blog)

Ônibus não é boate!


Até quando a sociedade irá aguentar bregueiros, funkeiros e etc dentro dos coletivos com seus celulares ou players tocando música em alto volume?

Em algumas cidades brasileiras já há leis que coibem este tipo de pertubação. Som... só com fone de ouvido.

Bem que aqui em Belém o poder público poderia criar algo parecido, pois é irritante quando tem alguém sem um pingo de educação colocando música em volume alto, ainda mais nos finais de dia quando você já sai cansado e/ou estressado de mais um dia de trabalho, de aula e etc.

Não tenho nada contra quem curte músicas de qualquer gênero, mas o que se pede é mais respeito. 
Usem fone de ouvido!

terça-feira, 8 de maio de 2012

Mercedão Classe X


Não, não é uma senhora obesa, vendedora de tacacá chamada Mercedes! É o novo esportivo da Mercedes Bens que será lançada na nova loja da empresa, situada em nossa querida cidade de Benfica. Será lançada com o nome de Benfica Bens. O novo veículo é altamente ecológico, com pouco uso de materiais pesados, mas altamente resistentes e com apenas 1cv de força, para o bem da Mãe Natureza e do Green Peace, que não vai precisar se jogar na frente de nenhum petroleiro ou caminhão de óleo na estrada.

Veja que design leve... Note o aerofólio inclinado... Obra de um jegue gênio do design automobilístico!

Colaboração do fotógrafo enviado Naldo Barrus

Mulher Aranha

Olha essa foto que catei navegando pela 'net'.


Mulher trepando nos ferros do canteiro central da Av. Almirante Barroso.
Só não sei se ainda iria atravessar a pista ou se já havia atravessado. Aí quando uma condenada dessa é batida por um carro, vem idiota dizer que o motorista foi "buscar" lá na calçada. É mole?
E, normalmente, o 'caboco' que faz isso tem que atravessar as duas pistas. Risco duplo de morte.

domingo, 6 de maio de 2012

Permitido parar e estacionar

É justamente o que o cidadão da foto está fazendo ao não respeitar a placa com  o "E" cruzado, bem na rotatória. Isso é apenas um de muitos outros exemplos que a bagunça no trânsito apenas pela omissão das autoridades incompetentes, mas o próprio motorista não está nem aí para nada. Só pensa no próprio nariz.

Rotatória do Enrolamento Entroncamento é vítima de maus motoristas: a situação já é complicada pela burrice de quem projetou, piora com essas atitudes imbecis. E é comum ver isso neste ponto, principalmente pelas irregulares vans e microônibus.

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Need For Speed: Cohab

Que a nossa querida obra do BRT tá causando uma confusão na Rodovia Augusto Mortenegra, isso ninguém duvida, mas o que os profissionais do trânsito (motoristas de ônibus) estão fazendo, é demais! Estão criando "atalhos" pelo conjunto da Cohab, da Marambaia e, passam a altíssimas velocidades como você pode "comprovar nesta imagem". Acho que deu para perceber a velocidade, não é? Não vou citar o nome dessa empresa, mas a linha é Marituba-Icoaraci.

quinta-feira, 3 de maio de 2012

Edmilson fala do trânsito para a Época

Ontem no site da resvista "Época" saiu uma entrevista com O deputado estadual Edmilson Rodrigues, candidato à Prefeitura de Belém pelo PSOL. E um dos temas abordados foi o trânsito da cidade.

Veja a parte que nos interessa.

[...]

E o trânsito? Belém precisa investir em transporte fluvial e ferroviário. Tem também que pensar no sistema cicloviário, que prejudica menos o meio ambiente. Mas antes de tudo, é preciso fazer um debate com o governo federal sobre a matriz industrial brasileira. Não dá para dar incentivo à fabricação e importação de carros sem se ter em conta que as cidades já estão entupidas de automóveis. Sou arquiteto e urbanista, com especialização em planejamento urbano. Aprendi com Milton Santos que podemos planejar a cidade em função dos seus cidadãos ou para quem quer lucrar com ela.

[...]

Fonte: Felipe Patury - Época

Quem quiser ver a entrevista na íntegra, acesse a fonte.

Comentário:
Bem... o Edmilson teve 8 anos para mostrar serviço, e fazer algo que realmente fizesse com que Belém tivesse um grande avanço, mas pouco fez, infelizmente.
Porém, de todos os candidatos, acho que o Edmilson é o menos pior. Acabou de fazer um doutorado em São Paulo, e deve estar mais experientes, com idéias melhores, com o raciocínio mais apurado.
E uma coisa que ele falou é verdade. Belém precisa investir em transporte fluvial e ferroviário, assim como no cicloviário.

Veremos o que acontece.

Vale ressaltar que sou apolítico, e não "puxo sardinha" pra candidato algum. Apenas expresso minha opinião baseada em fatos.